sicnot

Perfil

País

Desativado Plano distrital de emergência no Alto Minho

© Jean Amet / Reuters

O Plano Distrital de Emergência de Proteção Civil (PDEPC) de Viana do Castelo foi desativado esta sexta-feira, cerca das 18:30, devido à "redução do número de incêndios " na região, informou hoje a proteção civil.

Em comunicado, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) adiantou que a decisão foi tomada pelo Presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil (CDPC), José Maria Costa, que é também autarca de Viana do Castelo, "tendo em consideração o desagravamento da situação no distrito" e "após ter consultado os membros daquela estrutura".

Aquele plano distrital foi acionado, na segunda-feira passada, "devido ao número de incêndios, ao esgotar dos meios de combate e às condições meteorológicas". Na quarta-feira foi anunciado o seu prolongamento, por mais 48 horas, devido à previsão de agravamento das condições climatéricas.

Com a ativação daquele plano foi possível pedir um apoio extraordinário ao Governo.

Segundo a informação disponibilizada na página na Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), às 19:28, o incêndio que esta sexta-feira mais preocupava lavrava em Argela, no concelho de Caminha, encontrando-se em fase de conclusão.

Lusa

  • Circulação retomada na A23, mais de 1.600 operacionais no combate às chamas

    País

    A circulação rodoviária na A23 foi completamente restabelecida ao início da manhã depois de ter estado cortada por causa dos incêndios que, no total, mobilizam mais de 1.600 operacionais e contam com reforço espanhol. Nos vários fogos que atingem o país estão 1.648 operacionais no terreno, apoiados por mais de 500 viaturas e 15 meios aéreos.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26

    País

    O candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, André Ventura, foi entrevistado esta terça-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. Em análise, a polémica em torno das declarações do candidato sobre a comunidade cigana.

    Entrevista SIC Notícias

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.