sicnot

Perfil

País

Descoberta habitação e muralhas com 2.300 anos no Castro de Salreu em Estarreja

A segunda campanha de escavações arqueológicas no Castro de Salreu, em Estarreja, revelou indícios de uma muralha em redor da povoação e de uma construção habitacional com cerca de 2.300 anos, disse esta sexta-feira o coordenador do projeto.

Os resultados da segunda fase de escavações vão ser apresentados hoje à noite na escola da Sr.ª. do Monte, em Estarreja, no distrito de Aveiro, e, segundo o presidente do Centro de Arqueologia de Arouca, António Manuel Silva, são "bastante interessantes" por irem além dos objetos que já tinham sido identificados.

"Este ano encontrámos indícios claros de uma espécie de muralha que circundava o castro, mas principalmente o resto de uma estrutura que supomos habitacional com base em pedra, uma cabana redonda de uma construção típica dessa época neste género de povoados", afirmou à Lusa António Manuel Silva.

Os trabalhos prosseguem agora em termos de catalogação, com novos esforços no terreno "em princípio só no verão de 2017".

Em declarações à Lusa, o vereador da Cultura da Câmara Municipal de Estarreja, João Alegria, destacou a importância de "conhecer algo que parece estar na raiz" da história da região.

Questionado sobre se poderá haver a possibilidade de dotar o local de um cariz turístico, João Alegria disse que "isso seria o objetivo final ideal, mas está dependente de todo um trabalho muito paciente de longa distância e daquilo que se for encontrando".

António Manuel Silva explicou que o Castro de Salreu, com uma área total de cerca de 1,5 hectares, é "um povoado proto-histórico, pré-romano, portanto um povoado das populações locais aqui desta região do Beira-Vouga, que aqui viviam antes da conquista romana".

"É um dos muitos castros que existem na região e no Norte do país, são milhares. Tem algumas circunstâncias relativamente interessantes. É um castro litoral, atlântico, está na foz do Antuã que na altura era mais aberta do que é agora e é também um castro indígena, o que quer dizer que não temos vestígios de ocupação romana", declarou o investigador.

António Manuel Silva realçou que a ausência desses vestígios significa que os habitantes "provavelmente abandonaram-no e foram para outro local", não havendo nem registos escritos anteriores à presença romana nem sinais de adaptação à cultura dos mesmos.

No comunicado que dava conta da sessão de hoje, a Câmara Municipal de Estarreja recordava que os primeiros trabalhos arqueológicos tiveram lugar em 2011, tendo os trabalhos da segunda fase decorrido "durante três semanas do mês de julho, envolvendo dezena e meia de arqueólogos, técnicos de arqueologia e especialmente voluntários, na sua maioria estudantes, dois deles vindos expressamente do Brasil".

Questionado sobre se a autarquia tenciona manter o apoio ao projeto, João Alegria declarou que é uma análise ainda a ser feita.

Lusa

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • ERSE concluiu que estavam a ser pagos 165 milhões euros a mais à EDP
    0:53

    País

    José Gomes Ferreira afirmou esta sexta-feira que a ERSE -Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos concluiu que estavam a ser pagos 165 milhões de euros a mais do que o necessário à EDP. Contratos que foram postos em prática em 2007 por Manuel Pinho, na altura ministro da Economia.

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59