sicnot

Perfil

País

Depois das chamas em Anadia, é hora de fazer contas

Depois das chamas em Anadia, é hora de fazer contas

O incêndio de Anadia deu finalmente tréguas aos bombeiros. As chamas que esta semana lavraram durante três dias e que alastraram a Mealhada e Mortágua, deixaram um rasto de destruição. Agora começam-se a fazer as primeiras contas aos prejuízos que ao que tudo indica poderão atingir as centenas de milhares de euros.

  • Chamas perto da povoação de Vale da Mó
    2:24

    País

    O incêndio em Anadia parecia estar controlado de manhã. Contudo, mais de 300 bombeiros e dois aviões continuam a combater as chamas em Anadia, num esforço sobre-humano. As chamas estão perto da povoação de Vale da Mó. A população tenta ajudar os bombeiros, que não conseguiram impedir a destruição de algumas casas na zona.

  • Mata do Buçaco chegou a estar em risco mas fogo passou ao lado
    4:25

    País

    A Mealhada vive hoje um dia mais tranquilo, mas nos últimos dias arderam no concelho mais de mais de 3 mil hectares de floresta. Há muitos anos que não se via um incêndio assim. A mata do Buçaco chegou a estar em risco. As chamas não chegaram lá, mas andaram à volta também com os fogos de Anadia e Mortágua.

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC