sicnot

Perfil

País

Fogo em Águeda dominado mas bombeiros ainda com muito trabalho

OCTAVIO PASSOS/ LUSA

O incêndio de Águeda está dominado desde as 9:45 mas o comandante da Autoridade Nacional de Proteção Civil que está no local sublinha que ainda há muito trabalho para fazer porque o fogo tem grande potencial de reativação.

Às 9:45 de hoje, a ANPC deu como dominado o incêndio de Águeda onde ainda permanecem 353 homens e 102 veículos, disse à Lusa o comandante operacional do agrupamento sul da ANPC, Elísio Oliveira.

No entanto, "ainda não estamos descansados", admitiu o responsável, explicando que este incêndio "tem muitos pontos quentes" que podem reacender.

"Ainda temos trabalho para os próximos dias e estamos muito dependentes das condições meteorológicas", concluiu o comandante da ANPC, sublinhando que este fogo tem "um potencial muito grande de reativar".

O concelho de Águeda foi um dos mais fustigados por incêndios na semana passada.

Lusa

  • Mais de 100 incêndios continuam ativos no continente

    País

    Cerca de 4.200 bombeiros estão a combater 139 incêndios em Portugal continental. O distrito de Aveiro é o que concentra mais meios, com dois incêndios activos. O de maiores dimensões lavra em Arouca. Chegou a ser dado como dominado às 20h30 de ontem, mas voltou a estar ativo, com uma frente. Há mais de 700 bombeiros no local e 234 viaturas.

  • Marcelo defende punições mais graves para incendiários
    2:02

    País

    O Presidente da Liga dos Bombeiros considera que há uma "onda terrorista organizada" que provoca incêndios florestais. Jaime Marta Soares esteve em Belém com o Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa defende punições mais graves para os incendiários.

  • Multibancos permitem donativos para ajudar bombeiros e vítimas

    País

    Os terminais automáticos da rede Multibanco permitem a partir desta sexta-feira que os utilizadores façam donativos diretamente para as contas oficiais de apoio aos bombeiros e às populações afetadas pelos incêndios, informou hoje a SIBS -- Sociedade Interbancária de Serviços.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Governo quer reduzir gastos com papel na função pública
    1:08

    Economia

    O Governo proibiu a livre utilização das impressoras pelos funcionários públicos. O ministro das Finanças quer assim reduzir em 20% a despesa em consumo de papel e, ao mesmo tempo, minimizar a perigosidades dos resíduos produzidos com as impressoras, no Estado.