sicnot

Perfil

País

Mais de 100 incêndios continuam ativos no continente

Em atualização

(Arquivo)

JOSÉ COELHO

Cerca de 4.200 bombeiros estão a combater 139 incêndios em Portugal continental. O distrito de Aveiro é o que concentra mais meios, com dois incêndios activos. O de maiores dimensões lavra em Arouca. Chegou a ser dado como dominado às 20h30 de ontem, mas voltou a estar ativo, com uma frente. Há mais de 700 bombeiros no local e 234 viaturas.

Última atualização às 18:08

No total, segundo o site da Proteção Civil, são atualmente 139 os incêndios ativos em todo o continente, combatidos por 4.243 operacionais e 1.313 meios terrestres.

O incêndio de Arouca, que deflagrou na segunda-feira, está a ser combatido por 703 homens, na sua maioria bombeiros.

  • "Não é possível limpar três milhões de hectares"
    13:24

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, esteve em direto para a Edição da Noite da SIC Notícias, onde falou sobre os incêndios dos últimos dias em Portugal. O ministro admitiu que o Governo não se responsabiliza pela limpeza de toda a mata nacional e acredita que a maioria dos fogos da última semana tem mão criminosa. O ministro da Agricultura defende que o Governo deve investir na educação cívica dos cidadãos. Capoulas Santos falou ainda sobre as declarações do colega socialista Ascenso Simões, que considerou ter errado na prevenção dos incêndios, na altura do executivo de José Sócrates.

  • Roger Moore, o ator que foi 007 e um Santo
    1:26

    Cultura

    Morreu Roger Moore. O ator britânico tinha 89 anos e morreu na Suíça, vítima de cancro. Ficou conhecido pelo mítico papel de James Bond entre os anos 70 e 80, tendo sido o ator que mais tempo se manteve no papel. Em 2003, foi condecorado pela rainha Isabel II e tornou-se Sir Roger Moore.

  • Ucrânia limita utilização do russo na televisão

    Mundo

    O Parlamento da Ucrânia aprovou esta terça-feira uma lei que determina que três quartos dos programas televisivos dos canais nacionais devem ser transmitidos em ucraniano, medida que visa limitar o uso da língua russa naquele país.