sicnot

Perfil

País

Mais de 600 bombeiros nas operações de rescaldo em S. Pedro do Sul

Mais de 600 bombeiros nas operações de rescaldo em S. Pedro do Sul

O dia será de trabalhos de rescaldo e forte vigilância em S. Pedro do Sul para evitar reacendimentos, agora que o incêndio está em fase de rescaldo. Mais de 600 operacionais participam nas operações de rescaldo.

  • Dominado fogo em S. Pedro do Sul

    País

    O incêndio que lavra em S. Pedro do Sul, no distrito de Viseu, está dominado, depois de se ter iniciado há uma semana, no distrito de Aveiro, revela a proteção civil.

  • Populares fazem contas aos prejuízos em S. Pedro do Sul
    2:48

    País

    O fogo em S. Pedro do Sul foi dominado esta manhã. Ao longo do dia, mais de 600 operacionais vão fazer trabalho de consolidação. Os populares fazem contas aos prejuízos. Várias casas, alfaias agrícolas e terrenos cultivados foram destruídos pelas chamas.

  • Homem ferido no incêndio de São Pedro do Sul continua em estado grave
    2:14

    País

    Pelo menos mais três casas arderam no incêndio que lavra há praticamente uma semana em São Pedro do Sul. Este domingo são cerca de mil os operacionais que combatem as chamas. Um trabalhador de uma empresa privada de combate ao fogo, continua em estado grave, depois de ter sido ser surpreendido pelas chamas.

  • Autarca de S. Pedro do Sul confiante na ajuda dos meios aéreos
    2:03

    País

    Pelo segundo dia consecutivo S. Pedro do Sul é o concelho que mais preocupa as autoridades no mapa de incêndios. A noite foi complicada com várias frentes de fogo. Várias aldeias estiveram cercadas pelas chamas e foram evacuadas. Há um homem ferido em estado grave. O presidente da Câmara de S. Pedro do Sul, Vítor Figueiredo, mostrou-se esperançado de que o incêndio possa evoluir favoravelmente durante o dia de hoje, com a ajuda dos meios aéreos.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.

  • Trump acusa o procurador-geral dos EUA de ser fraco
    1:46