sicnot

Perfil

País

Casamento de bombeiro na Madeira com fogo-de-artifício apesar da proibição

© Fredy Builes / Reuters

Na Madeira, três dias depois do incêndio que devastou a ilha foi desrespeitada a proibição de lançar fogo-de-artifício. De acordo com o jornal i o lançamento aconteceu durante uma festa privada, no estreito de Câmara de Lobos, onde se festejava o casamento de um bombeiro.

O jornal diz ainda que o fogo-de-artifício terá sido uma surpresa para os noivos e que na festa estavam presentes vários elementos dos bombeiros e também da PSP.
A emissão de licenças para qualquer espetáculo pirotécnico esteve cancelada até esta segunda feira dia 15 por recomendação do serviço regional de proteção civil.

  • Pastores da Calheta fazem contas aos estragos
    2:45

    País

    Os estragos provocados pelo incêndio da última semana na Calheta, Madeira, já começaram a ser calculados. Há muitos agricultores que perderam palheiros e produções e há também pastores que temem não ter alimentação para os animais

  • Presidente da Câmara do Funchal desmente Miguel Albuquerque
    3:14

    País

    Está aberta a polémica na Madeira. Numa entrevista à SIC, o presidente da Câmara do Funchal diz que na passada terça-feira o incêndio nunca chegou a acalmar. A afirmação de Paulo Cafôfo desmente as garantias deixadas nesse dia pelo presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque.

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espirito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espirito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Mais de 60% dos jovens não usam preservativo e 1/4 acredita que SIDA transmite-se pelos talheres
    1:42
  • Há mais um suspeito do massacre de Las Vegas 
    0:27

    Mundo

    Em outubro passado, Stephen Paddock abriu fogo sobre os espetadores de um concerto de música country, em Las Vegas, matando 58 pessoas e ferindo quase 500, no mais sangrento tiroteio da história norte-americana recente. A novidade é que a polícia federal dos EUA abriu uma investigação sobre um segundo suspeito no tiroteio. A Polícia Metropolitana disse que não há ainda um motivo para o tiroteio mas aponta como uma das possíveis razões o facto de Stephen Paddock ter perdido uma grande quantia de dinheiro. Os investigadores descobriram ainda que o atirador possuía pornografia infantil no seu computador.