sicnot

Perfil

País

PJ deteve suspeita de atear incêndio em Oliveira do Bairro

A Polícia Judiciária de Aveiro anunciou esta quarta-feira a detenção de uma mulher, de 52 anos, suspeita de ter ateado um incêndio florestal em Oliveira do Bairro na passada sexta-feira.

"Depois de assistir ao combate aos incêndios que ultimamente deflagraram, com frequência, nas proximidades da sua residência, a suspeita colocou três focos de incêndio", refere um comunicado da PJ.

A Judiciária realça que estes incêndios só não provocaram avultados danos porque foram prontamente combatidos por populares e pelos bombeiros que se encontravam na zona a fazer um rescaldo.

Segundo os investigadores, as ignições ocorreram através de chama direta, com recurso a uma caixa de fósforos, tendo a presumível autora dos crimes confessado os factos e indicado a forma como procedeu.

A detida, sem antecedentes criminais, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

No corrente ano a PJ já deteve 37 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.