sicnot

Perfil

País

Quatro concelhos do continente apresentam risco máximo de incêndio

Quatro concelhos dos distritos da Guarda e de Castelo Branco apresentam hoje risco Máximo de incêndio, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Os concelhos de Celorico da Beira, Guarda, Sabugal (Guarda) e Mação (Castelo Branco) estão hoje em risco Máximo de incêndio, de acordo com o instituto.

O IPMA colocou também em risco Muito Elevado de incêndio 52 concelhos de dez distritos de Portugal continental.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre Reduzido e Máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia, relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Para as regiões norte e centro, o IPMA prevê céu nublado e períodos de chuva fraca, em especial junto ao mar, até ao final da manhã e pequena subida da temperatura mínima.

No sul do país, o céu vai apresentar-se com poucas nuvens durante a manhã mas com períodos de maior nebulosidade no litoral oeste até ao início da tarde.

No arquipélago da Madeira o IPMA prevê céu muito nublado e vento fraco a moderado (10 a 25 quilómetros) de nordeste.

Nos Açores, o céu vai estar nublado com possibilidade de chuva no grupo ocidental e oriental e possibilidade de formação de neblinas no grupo central.

No continente prevê-se que a temperatura atinja os 35 graus Celsius em Faro; 32 em Beja; 33 em Évora; 28 em Lisboa, 30 em Santarém, Castelo Branco e Portalegre; 29 em Bragança; 25 em Coimbra; 23 em Viana do Castelo e os 22 graus no Porto.

Lusa

  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28
  • Trump remarca encontro com Kim Jong-un no Twitter
    2:33

    Mundo

    A Coreia do Sul e a Coreia do Norte reuniram-se pela segunda vez em menos de um mês. Os Presidentes dos dois países dizem que estão a cooperar para que a cimeira entre Washington e Pyongyang, em Singapura, seja um sucesso. Donald Trump regressou ao Twitter para remarcar a cimeira a 12 de junho.

  • Brasil "virado do avesso" devido à greve dos camionistas
    2:27
  • Na linha do triunfo
    16:49