sicnot

Perfil

País

Marcelo vai participar em jantar solidário no Funchal para ajudar vítimas

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, será o convidado especial do "Encontro Social e Solidário" marcado para 29 de agosto na Quinta Magnólia, na Madeira, e cujas verbas reverterão para apoiar as pessoas afetadas pelos incêndios.

A presença do chefe de Estado no evento, no âmbito da visita que efetua à Madeira, foi hoje divulgada numa conferência de imprensa realizada naquele espaço do Funchal.

Ricardo Silva, representante da associação Garouta do Calhau, de Nini Andrade, uma das instituições organizadoras, adiantou que são esperadas "cerca de três mil pessoas".

Com o objetivo de homenagear os bombeiros, a polícia, o exército e todos os madeirenses, o encontro, que inclui um jantar, é promovido também pela associação Casa do Voluntário, pela delegação regional da Cruz Vermelha e pelo Núcleo Regional da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

O porta-voz da Garouta do Calhau mencionou que muitos grupos e artistas já manifestaram vontade de participar nesta festa solidária, que tem a presença confirmada de elementos de 64 instituições sociais.

Ricardo Silva explicou que o encontro, que habitualmente reúne os representantes de várias instituições de caráter social do arquipélago, mas sem incluir um jantar solidário, ganhou outra dimensão com os incêndios que fustigaram a ilha da Madeira na semana passada.

"Quanto à alimentação, esta será oferecida por diversos restaurantes de grandes grupos hoteleiros da região", revelou, apontando que o custo é de 10 euros, "para que ninguém fique de fora".

Vários incêndios que deflagraram no Funchal a 08 de agosto provocaram três mortos e cerca de mil desalojados e deslocados.

Aproximadamente três centenas de imóveis públicos e privados ficaram danificados.

Os danos materiais ainda não estão totalmente contabilizados, mas só no concelho do Funchal, o mais afetado pelo fogo, estão estimados em 61 milhões de euros.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.