sicnot

Perfil

País

Parque Peneda Gerês vai ter projeto piloto para prevenção de fogos

O Parque Nacional Peneda Gerês foi a área protegida escolhida para ter um projeto piloto visando a prevenção de fogos florestais, integrando medidas sobre cadastro, gestão do espaço e reforço dos meios, avançou esta sexta-feira o ministro do Ambiente.

O Governo decidiu que o Parque Nacional Peneda Gerês "vai ser o caso piloto para a prevenção de incêndios e o reforço da resiliência florestal a iniciar no imediato", disse à agência Lusa João Matos Fernandes.

O projeto foi decidido numa reunião realizada na segunda-feira, com participação do primeiro-ministro e outros governantes, como o ministro do Ambiente, e autarcas de Viana do Castelo, durante a deslocação dos responsáveis às áreas mais afetados pelos grandes incêndios da passada semana, como Arouca (distrito de Aveiro), S.Pedro do Sul (Viseu) e Peneda Gerês.

"Está neste momento a começar a ser desenhado este mesmo programa específico para a Peneda Gerês e as medidas [respeitarão] o cadastro, a informação cadastral, propostas de gestão florestal e de ordenamento florestal, envolvimento dos 'stakeholders' [parceiros] e de reforço dos meios", explicou o ministro do Ambiente.

João Matos Fernandes apontou que não se trata de separar os meios presentes no terreno dos meios de combate aos fogos.

"Os meios que estão presentes no terreno fazem a primeira intervenção quando existe uma ocorrência", referiu.

Na Peneda Gerês há 90 pessoas entre vigilantes (14), o corpo nacional de agentes florestais e os sapadores florestais que "desenvolvem as medidas preventivas para os incêndios e estão na primeira linha de combate aos incêndios, meios que serão reforçados no futuro próximo", salientou ainda o ministro.

O financiamento deste programa "vai ser feito através do Fundo Ambiental", que reúne todos os fundos da área do ambiente e foi aprovado no conselho de ministros dedicado ao ambiente, no início de junho.

"Até ao final de 2018, os programas das áreas protegidas têm de ser revistos e em todos, a começar na Peneda Gerês, e um dos principais objetivos, a par com a conservação da biodiversidade, será a proteção contra incêndios", realçou ainda o ministro do Ambiente.

Este ano já arderam 8.545 hectares em áreas protegidas, mais 16% que em igual período de 2015, e o Parque Nacional Peneda Gerês representou cerca de 80% deste total, com cerca de 7.000 hectares.

Lusa

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.