sicnot

Perfil

País

Sismo de 4.1 no Canhão da Nazaré

© Rafael Marchante / Reuters

Um sismo de magnitude 4.1 na escala de Richter ocorreu hoje ao largo de Peniche às 11:44, no Canhão da Nazaré, segundo o IPMA.

IPMA

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) registou hoje um sismo de magnitude 4,1 às 12:44, com epicentro no mar, a cerca de 80 quilómetros a oeste de Peniche, mas que "não causou danos pessoais ou materiais".

Em comunicado, o IPMA explica que o abalo "foi sentido com intensidade máxima III (escala de Mercalli modificada) na região de Mafra e em Lisboa".

Testemunhas ouvidas pela Lusa deram conta de que sentiram o abalo em diferentes locais dos distritos de Lisboa e Leiria.

De acordo com o instituto, o epicentro localizou-se no Canhão da Nazaré.

Em declarações à Lusa, o especialista Jorge Cruz, do IPMA, explicou que "é normal acontecerem estes fenómenos de vez em quando", que decorrem "do movimento da crosta [terrestre]".

Salientando que este "foi um evento só sentido pela população, que não causou danos", o especialista admitiu a ocorrência de réplicas, que serão, contudo, "de intensidade menor".

A escala de Richter, que mede a magnitude dos sismos, vai até ao valor 10.

Um abalo de 4,1 é considerado ligeiro, de acordo com esta escala.

O Comando Distrital de Operações de Socorro de Leiria informou, pouco depois das 13:00, não ter recebido qualquer comunicação.

O abalo de intensidade 4.1 na escala de Richter também foi sentido em várias zonas do país, incluindo em Lisboa.

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.