sicnot

Perfil

País

Passos Coelho três dias nos Açores para contactos com a sociedade civil

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, vai estar nos Açores a partir de terça-feira, numa deslocação de três dias que inclui a passagem por quatro ilhas e a abertura da universidade de verão do PSD/Açores.

De acordo com o programa hoje divulgado, Passos Coelho vai estar nas ilhas do Faial, São Jorge, São Miguel e Terceira, "num percurso focado no contacto com a sociedade civil e no momento político, social e económico que os Açores atravessam".

A visita, a menos de dois meses das eleições legislativas regionais, a 16 de outubro, é um "roteiro para tomar o pulso ao presente da região" e "ouvir o que a população e empresários esperam do futuro", acrescenta o PSD.

A primeira paragem de Passos Coelho é na Horta, ilha do Faial, onde na tarde de terça-feira, depois de visitar a marina, participa num encontro com candidatos do PSD às eleições.

O líder do PSD segue ainda nesse dia de barco para São Jorge, onde vai jantar com militantes.

Na quarta-feira, já em São Miguel, a maior ilha do arquipélago, Passos Coelho tem encontro marcado com a direção da ANA Açores, para ouvir da empresa gestora de aeroportos o balanço da liberalização das ligações aéreas entre esta ilha e o continente, uma medida que "só foi possível concretizar com o Governo de Pedro Passos Coelho", salienta o PSD.

A deslocação ao arquipélago termina na quinta-feira, na Terceira, onde vai discursar na abertura da universidade de verão do PSD/Açores, em Angra do Heroísmo, e conhecer a Misericórdia local.

Nesta visita ao arquipélago, "onde persistem desafios como as longas listas de espera no acesso a cuidados de saúde na área cirúrgica e elevados níveis de desemprego", Passos Coelho vai fazer-se acompanhar do secretário-geral do partido, José Matos Rosa, e do líder do PSD/Açores, Duarte Freitas, que é cabeça de lista por São Miguel no sufrágio de 16 de outubro.

Depois de uma primeira edição em São Miguel e de outra em São Jorge, a universidade de verão do PSD/Açores chega este ano à ilha Terceira, com debates que abordarão temas como a saúde, a educação, o emprego e o mar, entre outros.

Entre os oradores dos diferentes debates previstos na universidade de verão estão Francisco Pimentel, líder da UGT/Açores, Lizuarte Machado, comandante da marinha mercante e deputado do PS, e Domingos Borges, diretor da Escola Profissional da Praia da Vitória.

Participam ainda o antigo líder da JSD Duarte Marques e os eurodeputados Carlos Coelho e Sofia Ribeiro, bem como o escritor Joel Neto, o psicólogo Francisco Simões e Álvaro Monjardino, primeiro presidente da Assembleia Legislativa dos Açores.

O PSD é o maior partido da oposição no parlamento regional, no qual o PS tem a maioria dos deputados.

Lusa

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.