sicnot

Perfil

País

Bombeiros continuam no local para evitar reacendimentos em Seia

Bombeiros continuam no local para evitar reacendimentos em Seia

Os bombeiros vão continuar no local para controlar eventuais reacendimentos. O comandante António Fonseca faz o ponto de situação das operações.

  • Fogo em Seia está dominado

    País

    O incêndio em zona de mato na freguesia de Vide e Cabeça, no concelho de Seia, no distrito da Guarda, foi hoje dominado, pelas 10:32, segundo adiantou à Lusa fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Incêndio em Seia quase dominado
    0:42

    País

    O incêndio em Seia tem a esta hora apenas duas frentes ativas praticamente domindas. O Comandante António Fonseca que chefia as operações diz que as condições adversas no terrreno tornaram impossível o combate às chamas durante a noite. De acordo com o Comando de Operações de Socorro da Guarda as operações estão agora a decorrer de forma favorável e assim que possível vão chegar ao terreno meios aéreos para ajudar nos trabalhos.

  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Embaixador do Bangladesh pede ajuda aos portugueses no caso dos rohingya

    Mundo

    O embaixador do Bangladesh em Lisboa pediu esta sexta-feira aos portugueses que ajudem a resolver o problema dos rohingya. Desde o final de agosto, mais de 400 mil pessoas desta minoria muçulmana fugiram de Myanmar, a antiga Birmânia. O Bangladesh já tinha acolhido outros 400 mil refugiados e vê-se agora a braços com esta crise migratória. Pede por isso a Portugal que pressione Myanmar para aceitar de volta e em segurança os rohingya.