sicnot

Perfil

País

Fogo em Abrantes mobiliza 288 bombeiros e cinco meios aéreos

Um incêndio que deflagrou esta terça-feira, cerca das 15:50, em Sentieiras, Abrantes, em zona florestal, está a lavrar com duas frentes ativas e a evoluir em direção a duas aldeias, informou fonte da autarquia.

A presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, disse à agência Lusa que o incêndio está "a lavrar com grande intensidade", com "uma frente muito ativa e várias projeções", tendo relatado que "há casas que podem estar em perigo, pelo sentido do vento", nomeadamente nas aldeias de Fontes e Carvalhal, no norte do concelho, zona de grande densidade florestal.

A autarca, responsável pela proteção civil municipal, disse que "continuam a chegar meios de combate para tentar controlar o incêndio", que estava a ser combatido às 18:00 por 288 bombeiros, apoiados por 82 viaturas e cinco meios aéreos, segundo os dados da página oficial da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Contactada pela Lusa, a presidente da Junta de Freguesia de Fontes, Sónia Alagoa, disse que o incêndio "está a evoluir na direção das freguesias de Fontes e Carvalhal e a gerar preocupação" na população.

"A situação é muito preocupante e as pessoas estão todas nas ruas e no miradouro a acompanhar o evoluir das chamas. Estamos todos muito apreensivos, porque não esquecemos a devastação que os fogos causaram aqui em 2005", lembrou a autarca.

Lusa

  • Inspetores do SEF cansados das promessas do Governo
    1:00

    País

    O sindicato do SEF garante que a segurança contra o terrorismo vai ser assegurada na greve de quinta-feira e sexta-feira nos aeroportos. Acácio Pereira, do sindicato, diz que os inspetores são quase escravos e que estão fartos das promessas do Governo. A greve deverá afetar cerca de 30 mil pessoas.