sicnot

Perfil

País

Situação dos incêndios em Portugal é "prioridade absoluta" para a UE

Reuters

A comissária europeia da Política Regional, Corina Creu, afirmou hoje, a propósito dos incêndios em Portugal, que a situação é "uma prioridade absoluta para a União Europeia (UE)".

"A tragédia dos recentes incêndios florestais em Portugal revelou como é importante a solidariedade da UE em tempos de crise. Tal como o meu colega Christos Stylianides, Comissário responsável pela Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, declarou, a situação em Portugal é uma prioridade absoluta para a UE", lê-se numa declaração que a comissária divulgou hoje.

Lembrando que a UE "respondeu de forma imediata ao pedido [de ajuda] das autoridades portuguesas", Corina Cre?u afirmou que a União Europeia está também "pronta a ajudar" na reconstrução dos edifícios que foram destruídos pelos incêndios.

Nesse sentido, referiu que as autoridades portuguesas "podem candidatar-se a apoio financeiro ao abrigo do Fundo de Solidariedade da UE", que, na sequência de catástrofes naturais, pode ajudar as comunidades a regressar à normalidade em toda a Europa.

"Desde que os danos causados por uma catástrofe excedam um determinado limiar, o Fundo pode contribuir para cobrir os custos dos serviços de emergência e das operações de limpeza, protegendo o património cultural e restabelecendo as infraestruturas e os serviços", acrescentou.

Portugal já beneficiou por duas vezes do Fundo de Solidariedade da UE desde a sua criação, em 2002: em julho de 2003, na sequência de incêndios florestais, e em fevereiro de 2010, após as inundações e os deslizamentos de terras que afetaram a ilha da Madeira, num total de cerca de 80 milhões de euros.

Nas últimas semanas, vários incêndios florestais fustigaram a região norte e centro do país, principalmente os distritos de Aveiro e Viseu, bem como a cidade do Funchal, na ilha da Madeira.

Entretanto, a 14 de agosto, o ministro da Economia Manuel Caldeira Cabral, anunciou linhas de crédito de mais de 10 milhões de euros para apoiar o turismo na Madeira na sequência dos fogos.

Na terça-feira, o Governo acionou a abertura de uma conta de emergência, para apoiar os criadores de gado cujas pastagens foram destruídas pelos incêndios, com um valor total de 500 mil euros.

  • Cerca de 98% da área de pastoreio destruída pelo incêndio de Arouca
    5:10

    País

    Quase um terço do total da área ardida em Portugal em 2016 foi nos fogos de Arouca e São Pedro do Sul. As populações tentam agora regressar à normalidade. Isto, depois de as chamas terem destruído 12 mil hectares em São Pedro do Sul, 17 mil hectares de terreno florestal e agrícola e 98% da área de pastoreio em Arouca.

  • Trabalhos no viaduto terminaram, mas trânsito continua condicionado em Alcântara
    1:23

    País

    Não há, para já, previsão para o restabelecimento da normalidade em Alcântara. Os trabalhos para colocar o viaduto de Alcântara na posição correta, depois do desvio registado num pilar, decorreram esta madrugada. O trânsito mantém-se por isso condicionado no sentido Cascais-Lisboa, como explicou o repórter da SIC, Paulo Varanda.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.