sicnot

Perfil

País

Homicida das três brasileiras entregou-se às autoridades

Homicida das três brasileiras entregou-se às autoridades

Três mulheres brasileiras, desaparecidas desde fevereiro, foram encontradas esta sexta-feira mortas em Tires, Cascais. O suspeito está no Brasil e terá confessado o crime. Uma das mulheres estava grávida. Ivani Flora, correspondente da SIC no Brasil, conta que os "parentes suspeitavam que as brasileiras tinham sido vítimas de tráfico de mulheres" e que o homicida se entregou às autoridades.

  • Três mulheres encontradas mortas numa quinta em Tires
    3:31

    País

    A Polícia Judiciária encontrou os corpos de três mulheres brasileiras que estavam desaparecidas desde fevereiro. Os inspetores da Unidade Nacional Contra o Terrorismo estão no local, em Tires. Duas das mulheres são irmãs, a terceira era uma amiga. Foram encontradas num tanque junto a um hotel de cães, nesta zona do concelho de Cascais.

  • Mãe de Michelle e Lidiana: "Nunca imaginei que ele as tivesse matado"
    4:38

    País

    A Polícia Judiciária encontrou os corpos de três mulheres brasileiras que estavam desaparecidas desde fevereiro. A mãe de duas das vítimas, Michelle e Lidiana, esteve em direto ao telefone na antena da SIC Notícias. Solange Santana Leite diz que nunca imaginou que o alegado homicida fosse capaz de matar as suas filhas.

  • Autor do crime estará no Brasil
    1:49

    País

    A Polícia Judiciária encontrou os corpos de três mulheres brasileiras que estavam desaparecidas desde fevereiro. O autor do crime estará no Brasil e ainda não foi detido.

  • Tese inicial apontava para tráfico de humanos
    8:08

    Opinião

    Pedro Proença disse sexta-feira na SIC Notícias que os corpos das três brasileiras já poderiam ter sido encontrados se as suspeitas de homicídio fossem mais fortes. O advogado explicou que a tese das autoridades brasileiras apontava para tráfico humano.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras