sicnot

Perfil

País

Tribunal confirma morte do rapaz agredido em Gondomar

O adolescente de 14 anos agredido sábado à noite por um outro jovem de 16 anos, em Baguim do Monte, Gondomar, morreu na noite de segunda-feira, no Hospital de S. João do Porto, informou fonte judicial.

A morte do jovem foi hoje confirmada pelo Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto onde o suspeito da agressão será ouvido ao início da tarde.

A confirmação da morte do rapaz foi dada pelo tribunal com base em informações do Hospital de São João que constam dos autos.

O suspeito, que passou a noite nas celas da Polícia Judiciária (PJ), encontra-se desde manhã no TIC para primeiro interrogatório judicial por suspeita de um crime de homicídio na forma tentada, acusação que agora poderá ser alterada dada a morte da vítima.

A morte do jovem já tinha sido anunciada nas redes sociais por familiares, mas até ao momento o Hospital de São João escusou-se a dar qualquer esclarecimento sobre o caso.

De acordo com as autoridades policiais, os incidentes terão ocorrido entre as 22:00 e as 23:00 de sábado, na Rua Padre Domingues Baião, protagonizados por um indivíduo que, de acordo com testemunhas, já andava a perseguir a vítima "há algum tempo".

O rapaz foi transportado com vida para o Hospital de S. João, no Porto, onde acabou por morrer, na sequência das agressões com uma soqueira.

O agressor entregou-se domingo numa esquadra da PSP, tendo sido depois entregue à Polícia Judiciária que tomou conta do caso.

Em comunicado divulgado segunda-feira, a PJ esclarece que o alegado agressor terá atingido "violentamente a vítima na cabeça, tendo aquela caído inanimada no solo, sendo de imediato transportada para o hospital".

Domingo de manhã, o oficial de dia do Comando Metropolitano da PSP do Porto disse à Lusa que o jovem tinha sido transportado com vida para o Hospital de São João, e que foi dado como morto algumas horas mais tarde, informação que foi posteriormente corrigida.

A PSP divulgou segunda-feira que a informação por si transmitida domingo sobre a alegada morte do jovem em Gondomar foi obtida junto de "fonte não oficial" do Hospital de São João.

Em comunicado, a direção nacional da PSP refere que "no seguimento das agressões ocorridas na passada noite de sábado, de que foi vitima o jovem de 14, no concelho de Gondomar, foi veiculada informação, tendo por fonte a PSP, de que este teria falecido, em consequência destas agressões".

"Tal informação, originada por fonte não oficial, junto do estabelecimento hospitalar, veio comprovar-se não corresponder à realidade", acrescenta.

Lusa

  • Família anuncia morte de jovem agredido em Gondomar

    País

    A família do jovem de 14 anos agredido violentamente em Baguim do Monte, em Gondomar, no passado sábado, anunciou nas redes sociais que Hugo Gonçalo acabou por morrer. A SIC não conseguiu até ao momento confirmar junto do Hospital de São João esta informação. A confirmar-se a notícia da morte, o agressor, que será presente esta terça-feira ao juiz de instrução criminal, será ouvido como suspeito do crime de homicídio.

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.