sicnot

Perfil

País

Três detidos e 366 plantas de canábis apreendidas em armazém de Olhão

Três detidos e mais de 300 plantas de canábis apreendidas numa estufa que funcionava num armazém, na zona industrial de Olhão, é o resultado de uma operação realizada na terça-feira pela GNR de Tavira, anunciada esta quarta-feira.

Ao todo, foram apreendidas 366 plantas e mais de 500 doses de droga na estufa e nas habitações de dois dos detidos, em Tavira, esclareceu o comandante do destacamento local da GNR, sublinhando que a estufa em que a droga era produzida, com mais de 100 metros quadrados, possuía um elevado "grau de sofisticação".

Em declarações aos jornalistas, no comando de Faro da GNR, Edgar da Palma adiantou que a estufa possuía filtros industriais para purificar o ar, transportado através de tubagens para o interior do armazém, para dissimular o cheiro das plantas, cujo crescimento era potenciado através de lâmpadas de alta intensidade e refletores.

O grupo tinha ainda medidores de PH (escala que mede o grau de acidez ou alcalinidade de uma substância) para verificar a alimentação das plantas, termómetros e até tinha adaptado duas máquinas de lavar roupa para triturar a droga, acrescentou aquele responsável.

Os detidos - dois portugueses e um estrangeiro, com 31, 35 e 40 anos -, possuíam uma "parafernália muito intensa para controlar tudo ao máximo", referiu Edgar da Palma, precisando que já estavam a ser vigiados pela GNR ao abrigo de uma investigação que durava há seis meses.

Um dos homens era o responsável pela plantação e os outros prestavam apoio e canalizavam a droga para o mercado interno, mas a GNR ainda vai prosseguir com as investigações.

Um dos elementos do grupo foi detido na residência, enquanto os outros dois foram detidos quando se deslocavam de carro para o armazém.

A operação contou com o apoio de militares do Destacamento de Intervenção de Faro e de elementos da Polícia de Segurança Pública (PSP) de Olhão.

Os detidos vão ser presentes ao Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Ministério Público de Faro.

Lusa

  • A casa dos horrores
    7:57

    Mundo

    Um casal foi detido na Califórnia acusado de tortura e escravidão dos 13 filhos: o mais velho tinha 29 anos e a mais nova dois. A polícia encontrou um cenário de horror quando entrou na casa da família, depois de uma das filhas ter fugido pela janela. Crianças e jovens estavam amarrados às camas e todos estavam mal alimentados. Mas nas redes sociais, o casal Turpin divulgava imagens de uma família feliz.

  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45
  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38