sicnot

Perfil

País

Acesso à montanha do Pico encerra sexta-feira devido ao mau tempo

Reuters

​O acesso à montanha do Pico, o ponto mais alto de Portugal, vai estar encerrado esta sexta-feira à tarde devido ao agravamento das condições atmosféricas no arquipélago dos Açores, segundo anunciado.

Uma nota do Executivo Açoriano adianta que a decisão do Parque Natural da ilha do Pico prende-se com a necessidade de "proteção e segurança dos visitantes".

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) informou hoje que o furacão Gaston deverá "atingir o arquipélago dos Açores como tempestade tropical a partir do meio-dia" de sexta-feira, afetando as ilhas dos grupos ocidental e central.

Desta forma, o acesso à montanha do Pico estará encerrado a partir das 14:00 de sexta-feira (mais uma hora em Lisboa) e as 8h de sábado.

Também a casa da montanha, estrutura de apoio aos visitantes que sobem ao ponto mais alto de Portugal, com 2.351 metros de altura, estará encerrada entre as 20h de sexta-feira e as 8h de sábado.

Quanto à operação de sexta feira da empresa pública de transporte marítimo de passageiros e viaturas entre as ilhas, Atlânticoline, foi antecipada para hoje, devido à previsível "agitação marítima, acrescida de uma velocidade de vento considerável".

Em relação às viagens entre São Miguel e Santa Maria, no grupo oriental do arquipélago, a empresa informou, em comunicado, que se mantêm, "para já, no horário previsto de sexta-feira".

As previsões meteorológicas para sexta feira apontam para os grupos ocidental e central vento "muito forte" com rajadas até 110 quilómetros por hora, precipitação intensa e ondas até oito metros nas Flores e Corvo e até seis metros nas ilhas Terceira, Faial, Pico, São Jorge e Graciosa.

Espera-se que a tempestade tropical 'Gaston' diminua rapidamente de intensidade durante a sua passagem sobre o arquipélago, devendo ser absorvida por uma depressão extratropical a norte durante a tarde de sábado, explicou o IPMA.

Lusa

  • Défice cai 1.900 milhões até agosto

    Economia

    O défice das administrações públicas foi de 2.034 milhões de euros até agosto, uma "melhoria de 1.901 milhões" face ao mesmo período de 2016, segundo o Governo, que justifica com aumento superior a 4% da receita.

  • Atores recriam cena em que um homem é vítima de violência doméstica
    1:35
  • Ministério Público admite eventual detenção do presidente do governo da Catalunha
    2:24
  • Bispo vermelho

    "Recebia trabalhadores e sindicalistas, batia à porta de políticos e empresários, andava pelas ruas da cidade ao encontro dos que das ruas da cidade faziam casa". Joaquim Franco evoca Manuel Martins, o "bispo vermelho".

    Joaquim Franco

  • Apreendidos quase 7.000 comprimidos ilegais vendidos pela internet
    1:43

    País

    O Infarmed e a Autoridade Tributária apreenderam perto de 7.000 unidades de comprimidos ilegais.A apreensão aconteceu no âmbito de uma operação internacional da Interpol de combate aos medicamentos ilegais vendidos pela internet, explicou à SIC Luís Sande e Castro, diretor da Unidade de Inpeção do Infarmed.

  • Criar galinhas na cozinha, guerras no fogão, e drones dentro de casa
    7:28
  • Passageiro detido com 1 kg de ouro no reto

    Mundo

    Os funcionários da alfândega do aeroporto de Colombo, Sri Lanka, estranharam o comportamento de um passageiro que "caminhava com dificuldade". Um exame completo revelou a valiosa carga que levava escondida... no tubo intestinal.