sicnot

Perfil

País

Acesso à montanha do Pico encerra sexta-feira devido ao mau tempo

Reuters

​O acesso à montanha do Pico, o ponto mais alto de Portugal, vai estar encerrado esta sexta-feira à tarde devido ao agravamento das condições atmosféricas no arquipélago dos Açores, segundo anunciado.

Uma nota do Executivo Açoriano adianta que a decisão do Parque Natural da ilha do Pico prende-se com a necessidade de "proteção e segurança dos visitantes".

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) informou hoje que o furacão Gaston deverá "atingir o arquipélago dos Açores como tempestade tropical a partir do meio-dia" de sexta-feira, afetando as ilhas dos grupos ocidental e central.

Desta forma, o acesso à montanha do Pico estará encerrado a partir das 14:00 de sexta-feira (mais uma hora em Lisboa) e as 8h de sábado.

Também a casa da montanha, estrutura de apoio aos visitantes que sobem ao ponto mais alto de Portugal, com 2.351 metros de altura, estará encerrada entre as 20h de sexta-feira e as 8h de sábado.

Quanto à operação de sexta feira da empresa pública de transporte marítimo de passageiros e viaturas entre as ilhas, Atlânticoline, foi antecipada para hoje, devido à previsível "agitação marítima, acrescida de uma velocidade de vento considerável".

Em relação às viagens entre São Miguel e Santa Maria, no grupo oriental do arquipélago, a empresa informou, em comunicado, que se mantêm, "para já, no horário previsto de sexta-feira".

As previsões meteorológicas para sexta feira apontam para os grupos ocidental e central vento "muito forte" com rajadas até 110 quilómetros por hora, precipitação intensa e ondas até oito metros nas Flores e Corvo e até seis metros nas ilhas Terceira, Faial, Pico, São Jorge e Graciosa.

Espera-se que a tempestade tropical 'Gaston' diminua rapidamente de intensidade durante a sua passagem sobre o arquipélago, devendo ser absorvida por uma depressão extratropical a norte durante a tarde de sábado, explicou o IPMA.

Lusa

  • Avião da Qatar Airways aterrou na Base das Lajes devido a emergência médica

    País

    Três passageiros de um voo da companhia aérea Qatar Airways, que teve de aterrar este domingo na Terceira, nos Açores, foram assistidos no Hospital de Santo Espírito, naquela ilha. Fonte da Proteção Civil dos Açores disse que se tratou "de uma aterragem de emergência médica", depois de um passageiro se ter "sentido mal", após "alguma turbulência".

  • O último adeus a Fidel Castro
    1:59

    Fidel Castro 1926-2016

    O funeral de Fidel Castro realiza-se hoje em Santiago de Cuba, berço da revolução, numa cerimónia que encerra os nove dias de luto decretados após a morte do ex-Presidente a 25 de novembro, aos 90 anos.

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.