sicnot

Perfil

País

Marcelo diz que Guterres é "o melhor" para liderar a ONU

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, assina um artigo na Visão de hoje em que classifica António Guterres como "o melhor" candidato para liderar a ONU e admite que, se quiser, poderá ser chefe de Estado.

Num artigo de opinião intitulado "Melhor entre os melhores", Marcelo Rebelo de Sousa não poupa elogios ao seu amigo e ex-primeiro-ministro socialista, considerando-o o "mais completo e preparado" para o cargo de secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas).

Depois de recordar o percurso político e profissional de Guterres, o chefe de Estado conclui: "Somemos estes e muitos outros fatores e teremos um candidato, sem desprimor para os demais, de muito longe mais completo e preparado, como pessoa, como líder social, como político para um lugar que exige visão, experiência, capacidade de intermediação e sentido de causa universal".

"Ele foi, vi-o logo nos seus vinte e poucos anos, o melhor de todos nós", acrescenta.

Marcelo lembra que Guterres, se tivesse querido, ou se ainda quiser no futuro, poderia ser Presidente da República.

"Poderia ter sido, porventura, se o tivesse querido, ou poderia sê-lo, ainda no futuro, o Presidente de Portugal. Querendo ser Secretário-Geral das Nações Unidas, é justíssimo que o seja. Além do mais, ficaríamos todos com a noção reconfortante de que fora eleito efetivamente o melhor", escreve no artigo publicado na Visão de hoje.

Marcelo Rebelo de Sousa lembra o percurso de Guterres como líder associativo, o seu lado humano, referindo que este preferia a política social à política pura, para a qual "amiúde, não tinha muita paciência, incomodando-se com os rodriguinhos, as suscetibilidades, os estados de alma pessoais".

No artigo, o chefe de Estado recorda também "o líder associativo nato, entusiasta, mobilizador, cheio de vida", mas também o "homem de causas" com o seu "cristianismo progressivo e ecuménico" que o "abria para o mundo".

O Presidente da República frisa ainda que o ex-primeiro-ministro percorreu um caminho "sempre feito no terreno, e não em gabinetes, quer cá dentro, quer lá fora", salientando que este viveu por dentro o que são as Nações Unidas.

O ex-primeiro-ministro português ficou à frente na terceira votação que ocorreu segunda-feira entre os membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Entre os 10 candidatos ao cargo, metade são mulheres, sendo que até que um resultado seja consensual, o Conselho de Segurança vai continuar a realizar votações informais sobre os candidatos.

Após este processo, o conselho irá então recomendar um nome para que depois seja aprovado pela Assembleia-Geral da ONU, com representantes de 193 países.

Ban Ki-moon, atual secretário-geral da organização, termina o seu segundo mandato no final do ano.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.