sicnot

Perfil

País

Detido homem suspeito de atear fogos em Monchique

Um homem foi detido este sábado na zona da Fóia, na serra de Monchique, no Algarve, suspeito de ter ser o autor de vários focos de incêndio, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros do Algarve.

De acordo com o segundo comandante operacional da Proteção Civil de Faro, Abel Gomes, "o homem foi apanhado em flagrante a atear incêndios durante a tarde, tendo sido detido pelas autoridades policiais".

Abel Gomes explicou que a detenção ocorreu depois de os bombeiros terem solicitado a intervenção da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Polícia Judiciária (PJ), "face ao número anormal de ignições que se registaram durante a tarde e quase à mesma hora em vários locais do concelho de Monchique".

"Registaram-se ignições durante a tarde em vários locais, perto de estradas e acessos, o que nos levou a pedir a intervenção da GNR e da PJ", destacou.

Segundo Abel Gomes, pelas 20:20 registavam-se dois incêndios, um no Porto de Lagos, localidade situada no limite dos concelhos de Monchique e Portimão e outro no pico da Fóia, na serra de Monchique.

"Devido à falta de acessos, o incêndio na Fóia está a arder livremente numa zona de mato, enquanto o fogo em Porto de Lagos, com uma frente ativa mas controlada pelos bombeiros", frisou.

No combate aos fogos estão envolvidos 166 operacionais das corporações do Algarve, da Força Especial de Bombeiros, GNR, PJ, sapadores florestais, equipas dos serviços municipais de proteção civil de Portimão, Monchique e Silves, apoiados por 48 veículos e três máquinas de rasto.

Durante a tarde, as operações de combate ao fogo envolveram também quatro meios aéreos.

Lusa

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.