sicnot

Perfil

País

Detido homem suspeito de atear fogos em Monchique

Um homem foi detido este sábado na zona da Fóia, na serra de Monchique, no Algarve, suspeito de ter ser o autor de vários focos de incêndio, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros do Algarve.

De acordo com o segundo comandante operacional da Proteção Civil de Faro, Abel Gomes, "o homem foi apanhado em flagrante a atear incêndios durante a tarde, tendo sido detido pelas autoridades policiais".

Abel Gomes explicou que a detenção ocorreu depois de os bombeiros terem solicitado a intervenção da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Polícia Judiciária (PJ), "face ao número anormal de ignições que se registaram durante a tarde e quase à mesma hora em vários locais do concelho de Monchique".

"Registaram-se ignições durante a tarde em vários locais, perto de estradas e acessos, o que nos levou a pedir a intervenção da GNR e da PJ", destacou.

Segundo Abel Gomes, pelas 20:20 registavam-se dois incêndios, um no Porto de Lagos, localidade situada no limite dos concelhos de Monchique e Portimão e outro no pico da Fóia, na serra de Monchique.

"Devido à falta de acessos, o incêndio na Fóia está a arder livremente numa zona de mato, enquanto o fogo em Porto de Lagos, com uma frente ativa mas controlada pelos bombeiros", frisou.

No combate aos fogos estão envolvidos 166 operacionais das corporações do Algarve, da Força Especial de Bombeiros, GNR, PJ, sapadores florestais, equipas dos serviços municipais de proteção civil de Portimão, Monchique e Silves, apoiados por 48 veículos e três máquinas de rasto.

Durante a tarde, as operações de combate ao fogo envolveram também quatro meios aéreos.

Lusa

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27
  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.