sicnot

Perfil

País

Combate a fogo em Monchique reforçado, habitações em risco

O combate ao incêndio que deflagrou no sábado na localidade de Fóia, em Monchique (Faro), foi reforçado durante a noite e a prioridade é a proteção de habitações, disse o comandante de permanência às operações do CDOS de Faro.

Um total de 239 operacionais -- incluindo bombeiros de todo o Algarve e também do distrito de Beja -- combatiam pelas 06:00 uma frente ativa do incêndio em mato que deflagrou na tarde de sábado, informou o comandante Richard Marques.

Estes operacionais estavam, àquela hora, a ser apoiados por 62 veículos e cinco máquinas de rastos.

"A área que nos merece maior preocupação neste momento é a área sul do incêndio, uma vez que a área norte já está consolidada. Neste momento os maiores desafios são o edificado disperso e a dificuldade de acessos", disse, em declarações à agência Lusa.

O comandante de permanência às operações do CDOS de Faro explicou que o edificado disperso leva a que "a proteção dos bens e das habitações" seja a prioridade.

Apesar de até àquela hora não terem sido registadas "situações emergentes", duas pessoas -- uma idosa e uma com mobilidade reduzida -- foram retiradas das suas casas por prevenão e alojadas em casas de familiares, adiantou.

Nas próximas horas são esperados grupos de Évora e de Lisboa e três pelotões militares do exército para trabalhos de vigilância nas zonas onde o incêndio já foi extinto, informou Richard Marques.

O incêndio de Monchique, que deflagrou às 17:08 de sábado numa zona de mato, era às 06:00 a única "ocorrência importante" em Portugal Continental.

Um total de 33 incêndios mobilizava 718 operacionais apoiados por 214 meios em Portugal Continental, segundoo portal da Proteção Civil.

A Proteção Civil destaca como "ocorrências importantes", em que inserem os incêndios de grandes dimensões, aqueles com duração superior a três horas e com mais de 15 meios de proteção e socorro envolvidos, mas apenas contemplam os incidentes do continente, já que as regiões autónomas têm serviços próprios nesta área.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.