sicnot

Perfil

País

Chamas em Boticas aproximaram-se de aldeia e há suspeita de fogo posto

O incêndio que está a queimar uma zona de pinhal em Boticas aproximou-se da aldeia de Torneiros e teve origem em quatro focos espalhados ao longo da estrada, disse o presidente da autarquia.

Fernando Queiroga afirmou à agência Lusa que os meios estão concentrados junto à aldeia de Torneiros para proteger pessoas e bens.

Para o local, segundo a página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil, foram mobilizados 167 operacionais, 47 viaturas e chegaram a atuar quatro meios aéreos.

O combate a este fogo, que deflagrou na freguesia de Codessoso, Curros e Fiães do Tâmega, foi reforçado com um grupo proveniente de Santarém.

Fernando Queiroga referiu que as chamas se aproximaram da aldeia de Torneiros, uma situação que, entretanto, foi resolvida, mas as atenções estão ainda concentradas nesta área porque, segundo o autarca, há outra frente a lavrar na zona.

O incêndio teve início às 16:17 junto à estrada que liga Boticas a Ribeira de Pena.

Segundo o autarca, foram detetados quatro focos de incêndio ao mesmo tempo, uma situação que o leva a não ter dúvidas de que se trata de uma situação "de fogo posto" e de "origem criminosa".

O fogo avança em três frentes e está a queimar uma zona de pinhal e de giestas, muita carga combustível que faz com que a propagação das chamas seja rápida.

Por volta das 20:00, estavam ativos 11 incêndios no distrito de Vila Real, que mobilizavam 329 operacionais e 97 viaturas.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47