sicnot

Perfil

País

Incêndio em Soure já consumiu mais de 500 hectares

O incêndio que deflagra no concelho de Soure, em Coimbra, repartiu-se em três frentes ativas e já consumiu "mais de 500 hectares", tendo já passado perto de habitações, informou à agência Lusa o presidente do município.

O presidente da Câmara de Soure, Mário Jorge Nunes, afirmou que o incêndio deflagrado ao início da tarde repartiu-se em três frentes ativas, numa diferença de "cinco quilómetros" entre as mesmas.

Neste momento, o incêndio "mantém-se a lavrar em zona de mato e olival", mas já esteve perto "de habitações", em Degracias, onde chegou a "entrar nos quintais e jardins".

No entanto, "não há registo de qualquer habitação afetada", apenas se tendo registado vários hectares de olival e de zonas de pastagem afetados pelas chamas, disse à Lusa o presidente da Câmara de Soure.

A grande preocupação dos bombeiros passa por "proteger a localidade de Degracias, que está circundada pelo fogo", sendo que foi montada "uma linha de água" para garantir que as chamas não se aproximam das habitações, sublinhou o autarca.

O incêndio continua a lavrar "com alguma intensidade", sendo que o vento é neste momento "o grande problema", referiu Mário Jorge Nunes, realçando que há expectativa de que, durante a noite, as chamas possam ser controladas.

O incêndio começou na freguesia de Tapéus e "subiu a serra de Degracias".

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra, estão no terreno 305 operacionais e 93 viaturas de corporações dos distritos de Coimbra e de Leiria, continuando o incêndio "a progredir em locais de difícil acesso".

O incêndio chegou a ser apoiado por cinco meios aéreos, que foram retirados às 20:00, informou a mesma fonte.

Lusa

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.