sicnot

Perfil

País

Vários concelhos de cinco distritos com risco máximo de incêndio

Vários concelhos de cinco distritos do interior norte e centro e ainda no Sul de Portugal continental encontram-se hoje sob risco 'Máximo' de incêndio, segundo informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, cinco concelhos dos distritos de Castelo Branco e Viseu, e sete de Coimbra e Guarda, além de Monchique, em Faro, encontram-se com risco 'Máximo' de incêndio.

O restante mapa de Portugal continental encontra-se pintado a vermelho, cor que significa risco 'Muito Elevado', e a laranja -- risco 'Elevado' -- sendo apenas sete os concelhos que se encontram com risco 'Moderado'.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre 'Reduzido' e 'Máximo'.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia, relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Para hoje o IPMA prevê tempo quente com céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade e com neblina na faixa costeira das regiões Norte e Centro até meio manhã.

O vento soprará fraco, soprando moderado (20 a 30 km/h), de noroeste no litoral a norte do Cabo Espichel durante a tarde, e de nordeste nas terras altas a partir do final da tarde.

O Instituto prevê ainda uma pequena subida de temperatura.

Para os Açores, o IPMA prevê períodos de céu muito nublado, descida da temperatura do ar, e aguaceiros, que poderão ser pontualmente fortes na madrugada e manhã, com possibilidade de trovoadas.

Já para a Madeira, o Instituto prevê períodos de céu muito nublado, com o vento fraco a moderado do quadrante norte.

Em relação às temperaturas, o IPMA prevê para hoje como cidade mais quente Santarém, com máximas de 43 Graus Celsius, 42 em Beja e Évora, 40 em Portalegre e Castelo Branco, 39 em Lisboa, 38 em Viseu, 37 em Vila Real e Faro, 36 em Bragança, Braga e Coimbra, 35 em Guarda e Sagres, 28 no Porto e 27 em Viana do Castelo. Angra do Heroísmo e Funchal chegam aos 25 e 23 em Santa Cruz das Flores.

Lusa

  • Fogo em Montalegre reativou-se

    País

    Um incêndio no concelho de Montalegre, distrito de Vila Real, sofreu uma reativação esta manhã, possuindo uma frente ativa que está a ser combatida por 90 operacionais, de acordo com a informação da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Dominado fogo em Figueira de Castelo Rodrigo

    País

    O incêndio que lavra no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, no distrito da Guarda, foi dominado de acordo com informação disponível no site da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), às 06:25.

  • O tempo para hoje
    0:27

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje tempo quente com céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade e com neblina na faixa costeira das regiões Norte e Centro até meio manhã.

  • Governo admite subir preço da água para promover a poupança
    3:48

    Economia

    O Governo admite aumentar o preço da água para promover a poupança, numa altura em que o país está em seca extrema. Contudo, a eficácia da medida está comprometida pelo menos no imediato. Qualquer mexida no preço só poderá acontecer em 2019 porque as tarifas do próximo ano já estão decididas.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • Cobra encontrada em comboio na Indonésia
    0:26

    Mundo

    Um passageiro usou as próprias mãos para retirar uma cobra que estava dentro de um comboio em Jacarta, na Indonésia. O vídeo foi gravado por um passageiro na passada terça-feira, 21 de novembro. A cobra estava na parte de cima da carruagem. Algumas testemunhas dizem que o réptil escapou da bagagem de um dos passageiros.

  • Pense bem antes de beijar um colega

    Mundo

    O tribunal da província espanhola de Huesca aceitou o pedido de indemnização de uma mulher que foi vítima de assédio sexual por parte de um colega de trabalho. A mulher terá pedido boleia ao colega que, dentro do carro, lhe passou a mão pelas pernas, mas não ficou por aí.

    SIC