sicnot

Perfil

País

Arcos de Valdevez aciona Plano Municipal de Emergência

A Câmara de Arcos de Valdevez acionou esta terça-feira à tarde o Plano Municipal de Emergência, na sequência dos fogos que lavram na zona do Soajo, informou o vice-presidente da autarquia, Hélder Barros.

O plano foi ativado pelas 16:10.

De acordo com o 2.º comandante de operações de socorro de Viana do Castelo, Robalo Simões, o incêndio tinha, pelas 18:50, duas frentes ativas, e obrigou à evacuação do lugar de Paradela.

Foram retiradas "14 a 16 pessoas", conduzidas para o Centro de Dia do Soajo, mas entretanto algumas delas já puderam regressar a casa.

Ainda segundo Robalo Simões, a maioria dos habitantes daquele lugar recusou abandonar o local.

A Proteção Civil chegou também a equacionar a hipótese de evacuar o lugar de Várzea, mas tal ainda não aconteceu. A situação está a ser acompanhada para avaliar o evoluir das chamas.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, Filipe Guimarães, disse que o incêndio provocou "queimaduras ligeiras" no rosto e no cabelo de dois habitantes de Paradela.

Um outro habitante também teve de ser assistido, por inalação de fumos.

Os três foram conduzidos para o Hospital de Ponte de Lima.

O incêndio deflagrou pelas 09:00 e chegou a ser dado como dominado, mas, como sublinhou Robalo Simões, reacendeu "com grande potência" ao início da tarde.

No local está uma retroescavadora a abrir uma estrada até ao lugar de Adrão, "para tentar chegar à cabeça do fogo".

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".