sicnot

Perfil

País

Dominado fogo em Soure

Arquivo

HUGO DELGADO

Mais de 18 horas depois do início do incêndio no concelho de Soure, as chamas foram dominadas. Mais de 500 hectares arderam.

O fogo começou ontem à tarde e teve duas frentes ativas, para as quais estavam esta manhã mobilizados cerca de 450 operacionais e 137 viaturas.

Três aviões e um helicóptero entraram em ação para ajudar no combate às chamas.

"O incêndio foi considerado dominado às 09:30", afirmou o presidente da Câmara de Soure, Mário Jorge Nunes, referindo que se avançou "bastante no combate de manhã, com a ajuda dos meios aéreos".

O fogo, que chegou a circundar a localidade de Degracias, progrediu durante a noite para sul, "em direção ao concelho de Ansião", tendo "chegado perto de duas outras localidades", mas sem colocar habitações em perigo, explanou.

Os trabalhos de rescaldo devem agora durar o dia todo, acrescentou.

Num balanço feito ontem à noite, Mário Jorge Nunes disse que o fogo já tinha consumido então "mais de 500 hectares" e ameaçou várias habitações.

Última atualização às 11:06/Com Lusa

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06

    País

    A SIC teve acesso a comunicações entre operacionais que estavam no terreno a combater os incêndios no distrito de Viseu. Nestes registos áudio, é percetível a falta de meios no terreno ou até mesmo estradas que não foram cortadas porque não havia elementos da GNR disponíveis.

  • "Quem está no Governo tem sérias responsabilidades"
    1:07

    Opinião

    Pacheco Pereira aponta falhas do Estado, dos bombeiros e da Proteção Civil como causa dos incêndios que assolaram o país no passado domingo. O comentador da SIC considera que o Governo tem responsabilidade perante o que aconteceu.

  • Presidente das Indústrias de Madeira diz que fogos estão a afetar o setor
    0:39

    País

    A Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário desvaloriza que os industriais do setor possam comprar madeira mais barata, em resultado dos incêndios florestais. Em entrevista na SIC Notícias, o presidente da associação, Vítor Poças, considera que os fogos estão a prejudicar gravemente a indústria.

  • Um retrato devastador do "pior dia do ano"
    2:47