sicnot

Perfil

País

Enfermeiros entregam abaixo-assinado no S. José a exigir mais profissionais

Os enfermeiros entregam hoje no Hospital de S. José um abaixo-assinado com centenas de assinaturas, exigindo a admissão de enfermeiros suficientes para evitar o encerramento de camas e turnos incompletos como está a acontecer, anunciou o sindicato.

De acordo com o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), a carência destes profissionais no Centro Hospitalar Lisboa Central (CHLC) "está a provocar o caos em vários serviços", sendo disso exemplo os cerca de 100 turnos que ficaram por preencher em agosto no Hospital de S. José, bem como as mil horas extraordinárias acumuladas na unidade de neurocirurgia e cerca de 2.000 na enfermaria da neurocirurgia.

Na Maternidade Alfredo da Costa houve a necessidade de encerrar temporariamente duas camas dos intensivos da neonatologia e quatro das intermédias, e o serviço de urgência de obstetrícia e ginecologia está a funcionar com menos cinco enfermeiros por turno, o que se situa abaixo das recomendações mínimas estipuladas pela Ordem dos Enfermeiros.

No Hospital D. Estefânia foram temporariamente reduzidas duas camas na neonatologia.

Esta situação levou a que os enfermeiros do CHLC reunissem centenas de assinaturas num abaixo-assinado a ser entregue no Hospital S. José, com as exigências da admissão de mais enfermeiros e de dotações seguras, que permitam a prestação de cuidados aos utentes com qualidade e segurança.

"É urgente a contratação de mais enfermeiros para os seis hospitais que compõem o CHLC", afirma o SEP, acrescentando que "a falta de profissionais há muito é denunciada e combatida" pelo sindicato e pelos daquela instituição.

Lusa

  • Défice cai 1.900 milhões até agosto

    Economia

    O défice das administrações públicas foi de 2.034 milhões de euros até agosto, uma "melhoria de 1.901 milhões" face ao mesmo período de 2016, segundo o Governo, que justifica com aumento superior a 4% da receita.

  • Coreia do Norte acusa Trump de declarar guerra

    Mundo

    A Coreia do Norte acusou hoje o Presidente norte-americano de ter "declarado a guerra". O chefe da diplomacia norte-coreana ameaçou abater todo e qualquer bombardeiro dos EUA que se aproxime do território.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.

  • Atores recriam cena em que um homem é vítima de violência doméstica
    1:35
  • Ministério Público admite eventual detenção do presidente do governo da Catalunha
    2:24
  • "Bispo vermelho"

    "Recebia trabalhadores e sindicalistas, batia à porta de políticos e empresários, andava pelas ruas da cidade ao encontro dos que das ruas da cidade faziam casa". Joaquim Franco evoca Manuel Martins, o "bispo vermelho".

    Joaquim Franco

  • Apreendidos quase 7.000 comprimidos ilegais vendidos pela internet
    1:43

    País

    O Infarmed e a Autoridade Tributária apreenderam perto de 7.000 unidades de comprimidos ilegais.A apreensão aconteceu no âmbito de uma operação internacional da Interpol de combate aos medicamentos ilegais vendidos pela internet, explicou à SIC Luís Sande e Castro, diretor da Unidade de Inpeção do Infarmed.

  • Criar galinhas na cozinha, guerras no fogão, e drones dentro de casa
    7:28
  • Passageiro detido com 1 kg de ouro no reto

    Mundo

    Os funcionários da alfândega do aeroporto de Colombo, Sri Lanka, estranharam o comportamento de um passageiro que "caminhava com dificuldade". Um exame completo revelou a valiosa carga que levava escondida... no tubo intestinal.