sicnot

Perfil

País

Mais de 800 operacionais combatem três grandes fogos, o maior em Soure

Um total de 864 operacionais, apoiados por 265 veículos, combatiam esta madrugada três grandes incêndios, sendo o de Soure, distrito de Coimbra, o que mobiliza mais meios, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Pelas 4:35, um total de 421 operacionais e 129 meios terrestres combatiam um incêndio em mato com duas frentes na localidade de Carpinteiros, concelho de Soure, que começou às 15:33 de segunda-feira.

Ao início da noite de segunda-feira, o presidente da câmara de Soure informava a agência Lusa que as chamas já tinham consumido "mais de 500 hectares" e passaram perto de habitações na localidade de Degracias, sem registo de danos.

Em Leiria, 328 operacionais, apoiados por 104 veículos, combatem um incêndio na localidade Colmeias.

Dos três fogos destacados pela ANPC, o de Vila Real é o que mobiliza menos meios: 115 operacionais e 32 veículos para fazerem frente às chamas, com duas frentes ativas, na localidade de Soutelinho do Mezio, no concelho de Vila Pouca de Aguiar.

A Proteção Civil destaca na sua página como "ocorrências importantes" os fogos em Portugal continental com duração superior a três horas e com mais de 15 meios de proteção e socorro envolvidos.

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.