sicnot

Perfil

País

Polícia de Viseu vai ter patrulhamento em bicicleta

O comandante da PSP de Viseu, Victor Rodrigues, anunciou esta terça-feira que a força policial passou a contar com um policiamento em bicicleta destinado especialmente à zona histórica da cidade de forma a garantir o normal funcionamento do tráfego.

"O objetivo principal deste policiamento em bicicleta passa por garantir a normal fluidez do tráfego de pessoas e veículos. O que se pretende com este policiamento é realmente um policiamento mais próximo e mais eficiente, porque as bicicletas permitem uma deslocação mais fácil para a zona histórica e naquelas ruas estreitas", alegou.

Durante a apresentação do novo programa de patrulhamento, que decorreu durante a manhã desta terça-feira, Victor Rodrigues explicou que a zona histórica da cidade de Viseu tem cada vez mais gente, depois da recuperação de algumas casas que estavam devolutas e da instalação da escola Mariana Seixas na rua Direita.

"O movimento tem aumentado e sendo uma zona também de diversão noturna, há sempre muito movimento, sendo nossa intenção, com este tipo de policiamento, garantirmos a normal fluidez do tráfego, evitando o estacionamento indevido, que prejudica todo o trânsito. Temos verificado que continua a haver alguns abusos por parte da população, essencialmente na zona histórica, o que causa alguma má imagem ao turista que nos visita e alguns incómodos aos que cá estão", justificou.

De acordo com o comandante da PSP de Viseu, serão quatro os agentes que farão este patrulhamento em bicicleta, com equipamento adequado e divididos em duas equipas de dois elementos.

"Pretendemos que estejam operacionais sempre que o tempo o permitir, sendo claro que será no período de abril ou maio até outubro, pelo menos. Sempre que o tempo o permitir, utilizaremos este tipo de policiamento", acrescentou.

Este tipo de policiamento será feito "nos horários mais úteis" e "eventualmente à noite, embora no período noturno exista outro tipo de policiamento e o trânsito também causa menos problemas".

"As áreas de influência vão ser a zona histórica, a zona do Rossio e a Alberto Sampaio. Também o parque (Aquilino Ribeiro) muito frequentado por estudantes e vamos aproveitar esta facilidade de deslocação também para o Fontelo", informou.

O patrulhamento em quatro bicicletas junta-se assim ao policiamento que já é feito por agentes nos quatro segways existentes no comando.

"Vamos tentar esta experiência piloto, espero que seja útil. Acho que é um policiamento muito mais efetivo e próximo do cidadão e vamos ver se resultará: queremos crer que sim e se for útil, estenderemos a Lamego", concluiu.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Bastidores do sambódromo: um espétaculo à parte
    3:22
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.