sicnot

Perfil

País

Várias viagens fluviais entre o Barreiro e Lisboa suprimidas até sexta-feira

A ligação fluvial entre o Barreiro e o Terreiro do Paço, em Lisboa, está condicionada entre esta terça e sexta-feira, com o Sindicato dos Trabalhadores Fluviais a referir que as supressões de viagens se devem à falta de trabalhadores.

No portal Transportes de Lisboa, que reúne a informação sobre os transportes urbanos na região, foram anunciadas várias supressões ao longo dos quatro dias, apenas no período da manhã e nos dois sentidos.

A ligação entre o Barreiro e Lisboa é assegurada pela Soflusa.

O Sindicato dos Trabalhadores Fluviais Costeiros e da Marinha Mercante referiu entretanto, em comunicado, que na origem das supressões anunciadas está a "falta de trabalhadores para preencher as vagas deixadas em aberto por rescisões impostas pelo anterior conselho de administração".

"Este último trimestre, com a entrada dos períodos de férias, veio destacar mais ainda toda esta situação. Ao fim destes meses, o problema tem sido compensado com um enorme volume de trabalho extraordinário que começou agora a trazer os seus problemas de saúde e cansaço aos trabalhadores da empresa, esgotados com todo este esforço físico e mental", refere a nota.

O sindicato acrescenta que nas reuniões com a empresa a questão da admissão de novos trabalhadores tem sido sempre colocado, mas a resposta é que "os orçamentos não o permitem e o ministro das Finanças não autoriza".

"Com o novo Governo continuamos com o mesmo problema do não investimento na contratação e com o tempo será a renovação das frotas posta em causa. Esta situação não é exclusiva da Soflusa, a Transtejo também sofre com todos estes impedimentos. O futuro de um transporte fluvial condigno, confortável e em segurança entre as duas margens do rio Tejo está em perigo", refere o sindicato.

No site da Transportes de Lisboa não é indicado qualquer motivo para a supressão de viagens.

Lusa

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.