sicnot

Perfil

País

Fogos em Vila Real, Bragança e Faro são os que mobilizam mais meios

Os fogos em Vila Pouca de Aguiar, Freixo de Espada à Cinta e Monchique eram os que, ao início da madrugada desta quarta-feira, mobilizavam mais operacionais e meios terrestres, segundo a página da Autoridade Nacional da Proteção Civil.

Em Vila Pouca de Aguiar (distrito de Vila Real), um incêndio com início às 10:48 de segunda-feira na localidade do Soutelinho do Mezio, permanece com uma frente ativa e está a ser combatido por 156 operacionais, apoiados por 46 meios terrestres.

Em Freixo de Espada à Cinta (distrito de Bragança) continuam envolvidos no combate ao fogo, na localidade de Fornos, 216 operacionais, apoiados por 81 meios terrestres. O incêndio, com quatro frentes ativas, teve início na terça-feira às 11:17, esteve em resolução e hoje reativou-se cerca de 14:36.

No distrito de Faro, em Monchique, também houve reativação ao início da noite do incêndio na localidade de Fóia. No combate ao incêndio, que permanece com uma frente ativa, participam 201 operacionais, apoiados por 66 meios terrestres.

Além daqueles três incêndios, a Proteção Civil destaca também na sua página na Internet incêndios em Viseu e na Guarda.

Em Viseu, na localidade de Povoação, um fogo com início às 16:29 de quarta-feira, que permanece com uma frente ativa, está a ser combatido por 87 operacionais, apoiados por 24 meios terrestres.

Na Guarda, 115 operacionais, apoiados por 33 meios terrestres, combatem um incêndio, com uma frente ativa, na localidade de Corujeira. O fogo teve início às 13:34 de quarta-feira.

Segundo a Proteção Civil, às 00:22, registavam-se em Portugal continental 79 incêndios, que estão a ser combatidos por 2.736 operacionais, apoiados por 845 meios terrestres.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26
  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.