sicnot

Perfil

País

Homem morto a tiro pela PSP após agredir agente com machado

Um homem foi esta manhã morto a tiro por um agente da PSP no Vale da Amoreira, no concelho da Moita. O caso aconteceu depois da vitima mortal ter agredido um polícia com um machado e uma faca. O agente ficou ferido com gravidade, mas não corre perido de vida.

"Os dois elementos da PSP que costumam fazer notificações viram um indivíduo na rua que suspeitavam que tinha um mandado de detenção. Quando o abordaram para o identificar, sem que nada o fizesse prever, o indivíduo agrediu um agente com um machado e uma faca", disse a comissária Maria do Céu, da PSP de Setúbal.

Na sequência desta agressão, "o agente da PSP foi obrigado a disparar em legítima defesa", acrescentou.

O alerta para o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal foi dado às 10:44.

O homem atingido a tiro morreu no local e o agente da polícia agredido foi transportado com ferimentos graves para o Hospital do Barreiro.

Agente não corre risco de vida

"O agente da PSP sofreu ferimentos com um machado e uma faca na zona do peito, perto do pescoço. Não sabemos ainda a exata gravidade dos ferimentos, está no hospital, mas não corre risco de vida", acrescentou a comissária Maria do Céu.

O outro elemento da PSP que estava no local na altura do incidente também sofreu ferimentos e foi assistido, mas já teve alta hospitalar. "Sofreu apenas um corte ligeiro no braço, conseguiu escapar", acrescentou a responsável.

A Polícia Judiciária já esteve no local e já ouviu o agente que sofreu apenas um corte no braço, mas está "muito abalado" com a ocorrência.

Última atualização às 14:29/Com Lusa

  • Pescador desaparecido no rio Minho, em Alvaredo, Melgaço

    País

    O pescador desapareceu na noite deste sábado no rio Minho, em Alvaredo, no concelho de Melgaço, distrito de Viana do Castelo. Segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil estão envolvidos nas buscas 15 operacionais e quatro viaturas.

  • Portugal vai testar capacidade de resposta a ciberataque
    0:22

    País

    O exercício está marcado para os dias 09 e 10 de maio e é o primeiro a nível nacional a testar um ciberataque em Portugal. O teste é organizado pelo Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) para apurar "o "grau de preparação" das várias entidades públicas e privadas, mas já conclusões a ter em conta. Segundo o coordenador do CNCS, Pedro Veiga confirma-se tendência para os ataques serem cada vez mais sofisticados e é preciso alertar a população para o que publicam na internet e se pode colocar em risco a privacidade e a segurança.

  • Mont-Saint-Michel evacuado "por precaução"

    Mundo

    O monumento do Monte Saint-Michel, no oeste de França, foi evacuado hoje de manhã "por precaução", tendo sido retirados os turistas e habitantes devido à presença de um suspeito que ameaçou as forças da ordem, anunciou a polícia francesa.

  • As suspeitas que recaem sobre Ricardo Salgado e Manuel Pinho
    2:00