sicnot

Perfil

País

Mais de 1.200 operacionais combatem os nove maiores fogos

Mais de 1.200 operacionais estavam esta quarta-feira à tarde, pelas 18:30, a combater os nove maiores incêndios que lavram no continente português, em sete distritos, com o apoio de 428 viaturas e 16 meios aéreos, segundo informação da Proteção Civil.

Os nove maiores incêndios em curso -- destacados na página da Proteção Civil na internet como "ocorrências importantes" -- localizam-se nos distritos de Castelo Branco, Bragança, Vila Real, Viana do Castelo, Braga, Guarda e Aveiro.

Entre as "ocorrências importantes" destaca-se um incêndio em povoamento na localidade de Braçal, no concelho de Proença-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, que lavra desde cerca das 14:00 de hoje e é, ao fim da tarde, o fogo que mobiliza mais meios operacionais no terreno, com a presença de 314 elementos de forças de socorro, auxiliados por 103 viaturas e seis meios aéreos.

No distrito de Bragança, está em curso um incêndio em mato, que deflagrou na terça-feira pelas 11:00 em Freixo de Espada à Cinta e que chegou a estar em conclusão, mas teve um reacendimento hoje pelas 14:30, mobilizando 191 operacionais, 76 meios terrestres e dois meios aéreos.

Este fogo atingiu entretanto os concelhos de Mogadouro e Torre de Moncorvo.

Já no distrito de Vila Real continua ativo o incêndio na localidade de Soutelinho do Mezio, no concelho de Vila Pouca de Aguiar, que deflagrou cerca das 10:40 de segunda-feira e que está a ser combatido por 162 operacionais, auxiliados por 48 viaturas e três meios aéreos.

No distrito de Viana do Castelo, encontram-se em curso dois grandes incêndios, um no concelho de Arcos de Valdevez e outro no concelho de Monção, combatidos por um total de 188 operacionais, 58 viaturas e um meio aéreo.

Em Braga continuam a lavrar dois fogos, um no concelho de Cabeceiras de Basto, que teve início na terça-feira, pelas 06:00, e que mobiliza 125 operacionais, 45 viaturas e um meio aéreo, e outro no concelho de Vieira do Minho, que deflagrou na segunda-feira, pelas 17:00, e que se encontra a ser combatido por 75 bombeiros e 25 veículos.

Na localidade da Corujeira, no concelho da Guarda, está a ser combatido um incêndio em mato com duas frentes ativas, que deflagrou hoje, pelas 13:30, e que mobiliza 115 elementos de forças de socorro, apoiados por 33 viaturas e dois meios aéreos.

Outro dos nove fogos lavra no distrito de Aveiro - um incêndio em povoamento com uma frente ativa que deflagrou na terça-feira, pelas 03:00, na localidade da Junqueira, no concelho de Vale de Cambra, e que está a ser combatido por 123 operacionais, apoiados por 40 viaturas e um meio aéreo.

A Proteção Civil destaca na sua página da Internet como ocorrências importantes os fogos florestais com mais de três horas e com mais de 15 meios.

Lusa

  • Tudo isto circula na internet. Nada disto é verdade
    3:12
  • Peso dos salários na economia diminuiu
    2:34

    Economia

    Portugal é dos países onde o peso dos salários na economia mais diminuiu. Ou seja, os salários portugueses foram dos mais encolheram com a crise. A conclusão é da Organização Internacional do Trabalho que sublinha as implicações negativas ao nível social e económico.

  • Inaugurado Ikea de Loulé
    3:51

    Economia

    Centenas de pessoas aguardavam à porta do Ikea de Loulé para a inauguração da nova loja no Algarve, uma semana depois do acidente que matou uma trabalhadora. A cerimónia decorreu de forma sóbria, ainda que com alguma pompa e circunstância.

  • Descoberta nova espécie de tiranossauro

    Mundo

    Uma nova espécie de dinossauros predadores, um tiranossauro com uma forma incomum de evolução, foi descoberta por uma equipa internacional de cientistas, segundo um artigo científico hoje publicado pela revista Nature.