sicnot

Perfil

País

Passos Coelho diz que o PSD não esquecerá Barbosa de Melo

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, expressou esta quarta-feira a sua "profunda consternação" pela morte do antigo presidente da Assembleia da República António Barbosa de Melo e garantiu que o partido "nunca esquecerá" a sua dedicação e empenho.

O antigo presidente da Assembleia da República António Barbosa de Melo morreu hoje, aos 83 anos, no Centro Hospital e Universitário de Coimbra.

"Foi com profunda consternação que o PSD tomou conhecimento do falecimento, hoje ocorrido, do Professor António Barbosa de Melo", refere Passos Coelho, numa nota à imprensa.

O líder social-democrata recorda o fundador do partido como um "cidadão exemplar, jurista de eleição e professor reputado", considerando que "integra também o grupo restrito daqueles que marcaram, de forma indelével, a construção do novo regime democrático".

"Desde logo, em 1976, como deputado à Assembleia Constituinte, onde desempenhou um papel muito importante na elaboração da nova lei fundamental. Mais tarde, enquanto Presidente da Assembleia da República, funções que exerceu entre 1991 e 1995, com uma elevação e uma competência unanimemente reconhecidas", recorda.

Passos Coelho sublinha ainda que, no plano partidário, a vida de Barbosa de Melo "ficou indelevelmente ligada à história do PSD, partido de que foi um dos fundadores e no qual exerceu uma multiplicidade de cargos e funções, com destaque para o de Presidente do Grupo Parlamentar".

"O PSD não esquece hoje, nem nunca esquecerá, o muito que ficou a dever ao empenho, à dedicação e à competência do Professor Barbosa de Melo", refere, endereçando em seu nome e do partido as condolências à família.

Investigador e professor catedrático da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, António Moreira Barbosa de Melo foi um dos fundadores do PSD, no qual exerceu diversos cargos nos órgãos nacionais.

Integrou a Comissão para a elaboração da lei eleitoral para a Assembleia Constituinte em 1974, da qual foi também deputado. Exerceu novamente o mandato de deputado na Assembleia da República nos anos de 1976-1977 e 1991-1999.

Foi Presidente da Assembleia da República durante a VI Legislatura (1991-1995) e foi membro do Conselho de Estado.

Lusa

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07

    Mundo

    O Conselho de Segurança das Nações Unidas chegou este sábado a acordo sobre o cessar-fogo na Síria, depois de três dias de intensas negociações para evitar o veto da Rússia. As tréguas vão durar 30 dias e permitir a entrada de ajuda humanitária em Ghouta Oriental, a região mais atingida pela guerra na Síria, nesta altura. Em apenas sete dias, os bombardeamentos do regime fizeram mais de 500 mortos.

  • Portugueses e espanhóis protestam em Salamanca contra mina de urânio
    0:38

    País

    O Bloco de esquerda desafia o Governo português a exigir às autoridades espanholas uma avaliação do impacto ambiental da mina de urânio a 40 quilómetros da fronteira portuguesa. Este caso está gerar contestação entre os ambientalistas. Várias associações portuguesas participaram este sábado numa manifestação em Salamanca. A Quercus diz-se preocupada com o impacto da mina de urânio no território português.

  • PS e PSD querem acordo sobre fundos e descentralização até ao verão
    3:07
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de três armas da PSP, recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avança hoje que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • As gravações que provam que as autoridades conheciam o perfil violento de Nikolas Cruz
    1:35