sicnot

Perfil

País

Presidente da República manifesta pesar por morte de personalidade excecional

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou esta quarta-feira o "pesar de Portugal" pela morte do antigo presidente da Assembleia da República António Barbosa de Melo, uma personalidade intelectual, política e moral que considera "singular e excecional".

"O país acaba de perder uma personalidade singular, excecional enquanto personalidade intelectual, excecional enquanto personalidade política e sobretudo excecional enquanto personalidade moral", refere Marcelo Rebelo de Sousa num vídeo disponibilizado na página da Presidência da República.

O antigo presidente da Assembleia da República António Barbosa de Melo morreu hoje, aos 83 anos, no Centro Hospital e Universitário de Coimbra, tendo o Presidente da República apresentado à família e à Universidade de Coimbra "o pesar de Portugal", ao mesmo tempo que recorda "um grande amigo".

Segundo o Presidente da República, Barbosa de Melo foi uma "personalidade intelectual na universidade, na cultura, no ensino" e uma "personalidade política na constituinte, no parlamento, na presidência da Assembleia da República, na intervenção política ao longo de décadas".

"E uma personalidade moral pela forma como aliava a inteligência à emoção, o caráter à cultura, com uma profunda bondade", destacou.

Investigador e professor catedrático da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, António Moreira Barbosa de Melo foi um dos fundadores do PSD, no qual exerceu diversos cargos nos órgãos nacionais.

Integrou a Comissão para a elaboração da lei eleitoral para a Assembleia Constituinte em 1974, da qual foi também deputado. Exerceu novamente o mandato de Deputado na Assembleia da República nos anos de 1976-1977 e 1991-1999.

Foi Presidente da Assembleia da República durante a VI Legislatura (1991-1995) e foi membro do Conselho de Estado.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57