sicnot

Perfil

País

Bombeiros da Função Pública vão deixar de ter direito a regime excecional

(arquivo)

NUNO ANDRÉ FERREIRA / LUSA

Os bombeiros que trabalham na Função Pública não vão ter direito ao regime excecional. O regime, aprovado anualmente em Conselho de Ministros, permitia-lhes faltar ao trabalho, sem limite de faltas, para irem apagar fogos na altura crítica incêndios, entre o início de julho e o final de setembro.

Contactado pelo Jornal de Notícias, o Ministério da Administração Interna explica que a solução encontrada é a mais abrangente porque inclui bombeiros que trabalham no público e privado. O regime agora em vigor permite até 36 faltas justificadas por ano.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10