sicnot

Perfil

País

Fogos em Monchique e na Guarda são os mais preocupantes

FILIPE FARINHA

O incêndio que desde sábado lavra em Monchique, no Algarve, e um outro no concelho da Guarda são os dois fogos que às 15:30 desta quinta-feira eram considerados mais preocupantes, de acordo com a página da Proteção Civil na internet.

O incêndio de Fóia, no concelho de Monchique, no distrito de Faro, começou na tarde de sábado, já foi dado com dominado, mas registou um reacendimento na quarta-feira, perto das 20:00, tendo levado à evacuação de localidades.

Às 15:30 este fogo queimava mato e tinha duas frentes ativas, sendo combatido por 409 operacionais, ajudados por 141 meios em terra, além de quatro helicópteros e cinco aviões.

Na localidade de Corujeira, no concelho e distrito da Guarda, um fogo lavra em mato desde o princípio da tarde de quarta-feira, agora com uma frente ativa.

No combate estão 141 operacionais, ajudados por 41 meios terrestres e quatro meios aéreos.

A Proteção Civil considera como "ocorrências importantes" os fogos florestais com mais de três horas e mais de 15 meios.

O incêndio que começou na segunda-feira em Soutelinho do Mezio, freguesia de Telões, em Vila Pouca de Aguiar, foi dado como dominado às 10:57 desta quinta-feira, disse à Lusa fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro de Vila Real.

Lusa

  • Fuzileiros continuam no terreno a ajudar população
    3:03
  • Chef russo aconselha bife tártaro aos jogadores portugueses
    1:29
  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44
  • Desacatos no aeroporto de Faro deixam turistas britânicos em terra
    1:46

    País

    Cinco pessoas, que integravam o grupo de turistas britânicos que nos últimos dias causou desacatos em Albufeira, foram ontem impedidas de regressar a Inglaterra. Agressões no aeroporto e desacatos à entrada do avião levaram os comandantes de dois voos a recusar levar aqueles passageiros.