sicnot

Perfil

País

Guardas florestais em protesto contra lei que extingue carreira profissional

Os guardas florestais do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA/GNR) realizam hoje uma greve e um desfile de protesto para exigir do Governo a revogação da legislação que extingue a carreira profissional, entre outras reivindicações.

A atribuição de suplementos, a exemplo do que acontece com os demais agentes policiais, e o pagamento dos retroativos da aplicação do novo Estatuto são outros motivos que levam os guardas florestais a efetuar uma greve de 24 horas e a desfilar em protesto entre o Largo do Carmo e o Terreiro do Paço, com manifestação diante das instalações do MAI.

Esta ação de luta foi convocada pela Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, na sequência de uma reunião com o Secretário de Estado da Administração Interna, em que este, em nome do Governo, transmitiu que "as matérias em causa eram inegociáveis, mantendo-se tudo como estava".

"Face a esta posição do Governo que, para além de revelar uma inaceitável ausência de capacidade de diálogo e negociação com os representantes dos trabalhadores, confirma que em matéria de política florestal, vai uma grande distância entre o que os membros do Governo dizem e posteriormente fazem em matéria de proteção da floresta e prevenção contra os incêndios, já que extinguir a carreira de Guarda-Florestal só irá agravar a atual situação", refere a estrutura sindical.

Os guardas florestais consideram ainda "uma manifesta injustiça e uma desconsideração" que o Governo recuse a atribuição dos suplementos adequados, à semelhança daquilo que é pago aos agentes policiais de outras forças de segurança.

Lusa

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura ao Governo

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC

  • A cadela que desistiu da CIA para ir "perseguir esquilos e coelhos"

    Mundo

    Nem todos os cães têm aptidão para combater o crime. Este é o caso de Lulu, uma cadela que estava a treinar para ser agente da CIA, mas que acabou por entrar na reforma ainda durante os treinos. Através do Twitter, a agência norte-americana anunciou na semana passada que Lulu já não iria treinar mais e que tinha sido adotada pelo agente que a treinava.

    SIC

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC