sicnot

Perfil

País

Judiciária apreende 9,2 milhões de cigarros de contrabando

© Reuters

A PJ deteve quatro pessoas e apreendeu 9,2 milhões de cigarros de contrabando transportados num contentor, cuja entrada no mercado acarretaria um prejuízo de dois milhões de euros em impostos não cobrados.

Os detidos por crimes de contrafação e contrabando são três homens e uma mulher, um de nacionalidade portuguesa e três estrangeiros, com idades entre os 40 e 70 anos.

As características dos maços de tabaco, da marca "500 cinquecento", indiciam terem sido contrafeitos num país do Oriente e que o mercado britânico seria o seu destino, adianta a polícia.

Durante a operação da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), em articulação com o Departamente de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, foi ainda apreendida uma viatura, dinheiro e vários equipamentos de telecomunicações.

Os detidos serão apresentados às autoridades judiciárias para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação.

A investigação contou com a colaboração da Autoridade Aduaneira.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Esforço dos contribuintes para salvar bancos deve ser minimizado, diz Draghi
    1:49