sicnot

Perfil

País

O tempo para hoje

O tempo para hoje

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje no continente céu geralmente limpo, apresentando-se temporariamente muito nublado nas regiões norte e centro até meio da manhã e vento fraco a moderado de noroeste, soprando moderado a forte no litoral oeste e nas terras altas com rajadas até 70 quilómetros por hora, em especial durante a tarde.

A previsão aponta ainda para descida de temperatura, sendo acentuada nas regiões do interior norte e centro e no Alentejo.

Para a Madeira prevê-se períodos de céu muito nublado, aguaceiros em geral fracos, em especial nas vertentes norte e terras altas, a partir da tarde e vento fraco a moderado de nordeste.

Nos Açores está previsto períodos de céu muito nublado com boas abertas, aguaceiros fracos a partir da tarde no grupo oriental e vento fraco a bonançoso.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão variar entre 17 e 24 graus Celsius, no Porto e em Viana do Castelo entre 14 e 22, em Vila Real entre 14 e 27, em Viseu entre 14 e 25, em Bragança entre 14 e 29, na Guarda entre 13 e 24, em Coimbra entre 16 e 24, em Castelo Branco entre 17 e 31, em Santarém entre 16 e 26, em Leiria entre 16 e 23, em Évora e Beja entre 16 e 30, em Faro entre 20 e 33, no Funchal entre 22 e 26, em Ponta Delgada e em Santa Cruz das Flores entre 20 e 26 e na Horta entre 20 e 27.

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38