sicnot

Perfil

País

PJ detém alegado autor de fogo florestal em Pinhel

Um homem fortemente indiciado da autoria de um incêndio florestal que ocorreu na terça-feira, em Pinhel, distrito da Guarda, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ), foi anunciado esta quinta-feira.

Em comunicado, a PJ diz que, "através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, com a colaboração da GNR de Pinhel, identificou e deteve um homem fortemente indiciado da autoria de um crime de incêndio florestal, ocorrido no pretérito dia 6 do corrente mês, em Bogalhal/Valbom".

"O incêndio consumiu uma área superior a um hectare de pasto, mato e arvoredo, além de ter colocado em risco toda a extensa área florestal envolvente, só não tendo assumido maiores proporções devido à pronta intervenção de populares e bombeiros. O fogo terá sido iniciado por meio de chama direta e num aparente quadro de distúrbio psicótico e desejo de vingança pessoal", indica a polícia.

Com 29 anos e sem antecedentes criminais conhecidos, o detido irá ser presente às competentes autoridades judiciárias para primeiro interrogatório judicial e eventual sujeição a medidas de coação.

No decurso do corrente ano a Polícia Judiciária já identificou e deteve 64 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Lusa

  • Filhos do ex-embaixador do Iraque acusados um ano e meio depois,
    2:51

    País

    O Ministério Público deduziu acusação contra Haider e Ridha, os filhos do antigo embaixador iraquiano em Portugal por tentativa de homicídio. Mas há dúvidas de que o julgamento se realize, uma vez que os agressores já não estão Portugal. Tudo aconteceu em agosto de 2016 em Ponte de Sor.

  • Investigação à tragédia de Pedrógão concluída
    1:10
  • Alternativas para vender a sua casa
    8:58