sicnot

Perfil

País

214 detidos por condução sob o efeito de álcool na última semana

Miguel Pereira da Silva / LUSA

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve, na última semana, 380 pessoas em flagrante delito, incluindo 214 por condução sob o efeito do álcool, 35 por tráfico de droga e 12 por posse ilegal de arma, foi hoje divulgado.

Segundo a GNR, na atividade operacional de fiscalização rodoviária e prevenção e combate à criminalidade, entre os dias 2 e 8, foram ainda detidas 54 pessoas por condução sem habilitação legal e três por furto.

Durante a operação, a GNR apreendeu também 1229 doses de haxixe, 544 doses de cocaína, 350 plantas de cannabis, 108 doses de heroína, 50 selos de LSD, 11 veículos, sete armas de fogo, nove armas brancas, 6.772 euros em numerário e 2.900 quilos de bivalves.

Em matéria de trânsito, foram detetadas 9.581 infrações, repartidas por 2.661 excessos de velocidade, 528 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 442 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 408 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução, 364 por falta de inspeção periódica obrigatória, 174 relacionadas com tacógrafos e149 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

Lusa

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira