sicnot

Perfil

País

Festival Andanças com seguro apenas para 300 carros ardidos

O festival Andanças só tem um seguro de 100 mil euros para 300 carros ardidos. De acordo com o Jornal de Notícias, ainda estão por pagar prejuízos avaliados em 3 milhões de euros, na sequência dos incidentes do passado dia 3 de agosto.

O valor do seguro não é suficiente para pagar aos cerca de 300 condutores que tinham seguro contra terceiros e que ainda estão à espera de ser ressarcidos.

Um grupo de lesados está a mobilizar-se para avançar para tribunal, sem esperar pelas conclusões do Ministério Público, que continua a investigar a origem do fogo para apurar eventuais responsabilidades criminais.

Ainda de acordo com o Jornal de Notícias, esta semana ainda havia 40 carros ardidos no recinto do festival.

  • Um mês após incêndio no Andanças continuam as incertezas
    1:11

    País

    Um mês após o incêndio de destruiu 400 automóveis no parque de estacionamento do festival Andanças, em Castelo de Vide, continuam as incertezas quanto ao desfecho do caso para os lesados. Ao longo das últimas semanas, os veículos têm sido retirados do parque de estacionamento, mas ainda permanecem no espaço cerca de 60 carros.

  • Cigarro mal apagado poderá estar na origem do incêndio no Andanças
    1:27

    País

    Terá sido um cigarro mal apagado a provocar o incêndio que destruiu mais de 400 automóveis, no festival "Andanças". Uma fonte adiantou à SIC que esta é mesmo a hipótese mais provável. Para já há apenas a certeza de que o fogo não começou dentro de um veículo, o que terá implicações no assumir de responsabilidades pelas seguradoras.

  • Lesados do Banif confiaram "num sistema que os aldrabou"
    2:00
  • "Octávio Machado foi a terceira escolha" para o cargo
    2:01
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • Direita acusa presidente da Assembleia da República de não estar à altura do cargo
    2:06

    País

    O presidente da Assembleia da República está a ser novamente criticado pela oposição. Numa entrevista à Antena 1, Eduardo Ferro Rodrigues disse que não queria falar sobre o caso Galpgate para não causar espasmos à direita. Na reação, o CDS diz que a segunda figura do Estado deve abandonar as trincheiras partidárias. A direita acusa ainda que o presidente da Assembleia de não estar à altura do cargo.

  • "Sempre me senti em casa em Portugal"
    1:11