sicnot

Perfil

País

O tempo para hoje

O tempo para hoje

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, aumentando de nebulosidade no litoral norte e centro a partir do meio da tarde, vento fraco a moderado predominando de noroeste, soprando moderado a forte com rajadas até 60 quilómetros por hora, no litoral a sul do Cabo Carvoeiro e nas terras altas das regiões centro e sul, em especial durante a tarde.

Está também prevista uma pequena descida da temperatura mínima.

Na Madeira estão previstos períodos de céu muito nublado, aguaceiros em geral fracos, em especial nas vertentes norte e terras altas até ao fim da manhã, vento moderado de nordeste, soprando por vezes forte nas terras altas durante a tarde e pequena descida da temperatura máxima.

Para os Açores a previsão aponta para períodos de céu muito nublado com abertas, aguaceiros fracos, mais frequentes na madrugada e manhã e vento do quadrante oeste bonançoso a moderado.

No que diz respeito às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 17 e 25 graus Celsius, no Porto entre 12 e 23, em Vila Real entre 12 e 27, em Viseu entre 11 e 26, em Bragança entre 13 e 28, na Guarda entre 11 e 24, em Castelo Branco entre 15 e 31, em Santarém entre 15 e 28, em Beja entre 13 e 29, em Évora entre 13 e 30, em Faro entre 17 e 31, no Funchal entre 22 e 26, em Ponta Delgada entre 22 e 26, na Horta entre 18 e 26 e em Santa Cruz das Flores entre 18 e 25.

  • Eis os novos heróis de Vila de Aves
    3:03
  • Desportivo das Aves fora da Liga Europa

    Desporto

    O Desportivo das Aves não vai à Liga Europa e o Sporting terá entrada direta na fase de grupos. Apesar da conquista da Taça de Portugal, a equipa avense não se licenciou em tempo útil para poder participar na prova da UEFA, apurou a SIC.

  • E agora, Sporting? Semana de decisões e incertezas
    2:53
  • "Para primeiro dia de pesca da sardinha, não foi mau"
    2:19
  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29

    País

    José Sócrates garantiu este domingo que não atacará o PS e que continua a ser socialista. O antigo primeiro-ministro participou num almoço de apoio, em Lisboa, com cerca de 100 pessoas, a maioria anónimos.