sicnot

Perfil

País

Conselho para os Refugiados procura "senhorios solidários"

(Arquivo/Reuters)

© Muhammad Hamed / Reuters

O Conselho Português para os Refugiados (CPR) procura, com "muita urgência", apartamentos para alugar "a preços acessíveis", destinados aos refugiados que estão a chegar a Portugal, disse à Lusa a responsável da organização.

O Conselho lançou na sexta-feira um apelo a pedir "senhorios solidários", informando que necessita de casas para alugar em todo o país e que, neste momento, tem "muita urgência em apartamentos T0 ou T1 nas zonas de Oeiras e de Sintra".

Segundo a presidente do CPR, Teresa Tito de Morais, o Conselho tem parcerias com algumas autarquias para garantir alojamentos para os refugiados, mas "por vezes escasseiam alternativas de residências a um custo não muito elevado".

O CPR pretende criar "uma carteira de casas que possam ser alugadas à medida que vão chegando os refugiados", explicou à Lusa.

O Conselho apela à solidariedade dos senhorios para que disponibilizem habitações "a um preço acessível", disse Teresa Tito de Morais.

A responsável esclareceu que as casas com uma ou duas assoalhadas que o Conselho procura neste momento se destinam a famílias até quatro pessoas, como famílias monoparentais ou casais com dois filhos.

O CPR pede aos senhorios que estejam interessados para que enviem as suas propostas para o correio eletrónico geral@cpr.pt.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14