sicnot

Perfil

País

Cristas diz que CDS e PSD são "amigos e aliados" mas têm estratégias próprias

A líder do CDS, Assunção Cristas, candidata à Câmara de Lisboa nas autárquicas de 2017, afirmou este domingo que o partido e o PSD "são amigos e aliados", mas têm estratégias e calendários próprios.

"O CDS e o PSD são partidos amigos, são partidos aliados em muitas câmaras municipais, mas naturalmente que temos as nossas estratégias. É natural que assim seja e é bom para a democracia que assim seja", afirmou aos jornalistas, em Ponte de Lima, onde assiste hoje às Feiras Novas.

"Manteremos sempre o diálogo, muito construtivo em vários domínios, sabendo que há agendas e calendários próprios. Eu acho que isso é salutar", acrescentou Assunção Cristas.

A líder do CDS-PP anunciou no sábado, na 'rentrée' política do partido, que vai concorrer à autarquia da capital, atualmente liderada pelo PS.

Desde 1976, quando se realizaram as primeiras eleições autárquicas, o PSD e o CDS-PP concorreram por várias vezes coligados à Câmara Municipal de Lisboa, incluindo nos dois atos eleitorais mais recentes, em 2009 e 2013.

Questionado no sábado pelos jornalistas, o líder do PSD, Pedro Passos Coelho, desejou "a melhor sorte" a Assunção Cristas e reiterou que o seu partido não vai tomar uma decisão sobre a candidatura a este município nos próximos meses.

Contactado pela Lusa, o líder da concelhia de Lisboa do PSD, Mauro Xavier, disse que o partido recusa concorrer à câmara da capital numa lista que não seja encabeçada por um social-democrata, colocando de parte uma "potencial coligação" com o CDS-PP.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.