sicnot

Perfil

País

Militares dos comandos que estão internados apresentam melhorias

Os dois militares do 127.º Curso de Comandos que continuam internados no Hospital das Forças Armadas apresentam melhorias e um deles será hoje transferido da Unidade de Cuidados Intensivos para o Serviço de Medicina, segundo o Exército.

"Permanecem hospitalizados no Hospital das Forças Armadas dois militares. Um dos militares não justifica já a presença na Unidade de Tratamentos Intensivos pelo que será transferido durante o dia de hoje para o Serviço de Medicina. O outro militar permanece na Unidade de Tratamentos Intensivos numa situação estável com indicadores de melhoria, apesar de lenta", adianta o porta-voz do Exército, Tenente-Coronel Vicente Pereira, num comunicado enviado hoje às redações.

Dois militares dos comandos morreram na sequência do treino do 127.º Curso de Comandos na região de Alcochete, no distrito de Setúbal, que decorreu no domingo passado (04 de setembro).

No dia do treino, um militar morreu e vários outros receberam assistência hospitalar.

No sábado, morreu Dylan Araújo da Silva, que estava internado em estado muito grave, com complicações hepáticas, no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, desde o dia 06 de setembro.

O caso já desencadeou investigações na Justiça -- instauradas quer pelo chefe do Estado-Maior do Exército, quer pela Procuradoria-Geral da República - e levou à suspensão dos cursos de Comandos do Exército.

Questionado sobre as investigações em curso, o ministro da Defesa, Azeredo Lopes, disse no sábado que não irá fazer antecipações sobre eventuais conclusões quando ainda há trabalhos a decorrer.

Lusa

  • Um dos conflitos mais sangrentos e esquecidos do planeta pelo olhar de uma portuguesa
    3:20

    Mundo

    A guerra do Congo, que opõe milícias rebeldes ao regime de Kabila, já dura há 20 anos e fez seis milhões de mortos, quatro milhões de deslocados internos e um número crescente de refugiados. Um dos conflitos mais sangrentos e esquecidos do planeta tem levado milhares de civis a passar a fronteira para Angola. A médica portuguesa Ana Paula Cruz testemunhou o drama silencioso dos congoleses nos campos de refugiados da Lunda Norte.

  • "Este é o elefante na sala sobre a saúde!"
    1:43

    País

    Catarina Martins acusa o Governo de estar alinhado com a direita na promoção de negócios privados na área da saúde. O Bloco de Esquerda quer uma nova lei de bases aprovada até ao final da legislatura e arrancou ontem com um ciclo nacional de sessões públicas para defender o Serviço Nacional de Saúde.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05