sicnot

Perfil

País

Se o país voltar a sofrer um "mal maior" será por "ato deliberado" do Governo

Se o país voltar a sofrer um "mal maior" será por "ato deliberado" do Governo

Pedro Passos Coelho diz que se o país tiver de recorrer novamente a um resgate financeiro, será por ato deliberado do Governo. No encerramento das jornadas parlamentares do PSD, sem nunca se referir às declarações do ministro das Finanças e sem nunca referir a palavra resgate, Passos Coelho defendeu que quem já passou por um "mal maior" não pode voltar a aceitar ingenuidades, distrações e incompetência.

  • Centeno afasta cenário de novo resgate
    2:27

    Economia

    O ministro das Finanças afasta o cenário de um novo resgate financeiro ao país. Numa entrevista à televisão norte-americana CNBC, Mário Centeno garantiu que o Governo está a tomar todos os passos necessários para evitar mais um pedido de ajuda externa. O ministro disse ainda que o setor financeiro está estabilizado e que as reformas estão a ser implementadas.

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.